quarta-feira, 6 de julho de 2016

“Tour/O 'classicómano' Van Avermaet chegou à impensável amarela no Tour”

Entre os portugueses, Rui Costa desceu à 47.ª posição (está a 13.55 minutos da amarela) e Nelson Oliveira ao 154.º posto.

O ciclista belga Greg Van Avermaet (BMC) mostrou hoje que não é um mero especialista em 'clássicas', lançando-se numa fuga de duas centenas de quilómetros para vencer a quinta etapa da Volta a França e conquistar a amarela.

No maciço central francês, num dia em que Alberto Contador (Tinkoff) foi 'abandonado' pela sua equipa e perdeu tempo para os restantes candidatos da geral e que Vincenzo Nibali (Astana) mostrou não estar no Tour para lutar pela amarela, o belga andou cerca de 200 quilómetros em fuga, primeiro com companhia, depois em solitário, para chegar à impensável liderança da maior prova velocipédica internacional.

“É estupendo. Nunca pensei que vestiria a camisola amarela. É um grande sonho tornado realidade. Fiquei feliz ao ganhar uma etapa no ano passado, agora tenho uma etapa e a amarela. Penso que será uma oportunidade única na minha vida, por isso, vou desfrutar o mais possível”, disse o combativo ciclista da BMC, que no início da temporada venceu a Tirreno-Adriático.

Le Lioran provou ser um local talismã não só para Greg Van Avermaet, que cumpriu os 216 quilómetros entre Limoges e a meta em 5:31.36 horas, mas para os belgas, que têm um registo 100 por cento vitorioso na cidade francesa e que hoje fizeram primeiro e segundo (por intermédio de Thomas De Gendt) pela primeira vez desde 2007, quando Gert Steegmans bateu Tom Boonen, em Gent (Bélgica).

Mas, para lá chegar, o quinto ciclista da BMC a vestir de amarelo no Tour teve muito de pedalar. O combativo belga, que no ano passado venceu a batalha dos eternos segundos com Peter Sagan (Tinkoff), o eslovaco que hoje perdeu a liderança da geral, para triunfar na 13.ª etapa, integrou a precoce fuga do dia, composta por nove corredores.

Além de Van Avermaet, saltaram do pelotão logo nos quilómetros iniciais Thomas De Gendt (Lotto-Soudal), Cyril Gautier (AG2R), Serge Pauwels (Dimension Data), Rafal Majka (Tinkoff), Andriy Grivko (Astana), Bartosz Huzarski (Bora-Argon 18), Romain Sicard (Direct Energie) e Florian Vachon (Fortuneo-Vital Concept).

O grupo de nove ficou reduzido a três perto do quilómetro 120, quando, cansados da pouca colaboração dos seus companheiros, os dois belgas e Andriy Grivko aceleraram e ficaram isolados na frente.

Já em formato trio, e com a Sky lá atrás a perseguir, a fuga chegou aos 15 minutos de vantagem, numa clara mensagem de despreocupação dos favoritos (o ‘classicómano’ não é encarado como uma ameaça à geral), que só acordaram perto dos 35 quilómetros finais, quando a Movistar, com Nelson Oliveira em evidência, impôs um ritmo forte na dianteira do pelotão.

O resultado imediato, mais do que a queda da desvantagem para os homens da frente, foi a ‘eliminação’ de Vincenzo Nibali (Astana), o vencedor do Giro2016, e de Rui Costa (Lampre-Merida), que perderam 13.45 minutos na meta para Van Avermaet.

Com a vitória na quinta etapa entregue aos fugitivos, foi o homem da BMC a sacudir o grupo a 17 quilómetros de Le Lioran, lançando, com uma pedalada mais semelhante à de um trepador, uma investida que nem o voluntarioso De Gendt, um dos mais conhecidos sempre-em-fuga do pelotão, conseguiu acompanhar.

O homem da Lotto-Soudal aguentou a perseguição do grupo de fugitivos, sendo segundo, a 02.34 minutos do seu compatriota.

Mas seria uma aceleração do ‘local’ Romain Bardet (AG2R) na última contagem das seis da jornada a causar a grande notícia do dia na luta pela amarela: Alberto Contador ficou cortado e, sem o apoio dos companheiros (Romain Kreuziger continua a fingir-se ‘cego’ nos maus momentos do espanhol), perdeu 33 segundos para os outros candidatos, que cruzaram a linha com um atraso de 5.07 minutos para o vencedor, e é agora 25.º da geral, a 6.38.

Depois da acidentada quinta etapa, Van Avermaet promete ficar, pelo menos mais um dia, na liderança, já que, na quinta-feira, vai partir para a quase plana ligação de 190,5 quilómetros entre Arpajon-sur-Cère e Montauban com 5.11 minutos de vantagem sobre o francês Julian Alaphilippe (Etixx-QuickStep), o segundo, e 5.13 sobre Alejandro Valverde (Movistar), o terceiro.

Entre os portugueses, Rui Costa desceu à 47.ª posição (está a 13.55 minutos da amarela) e Nelson Oliveira ao 154.º posto, perdendo já 34.44 minutos para o belga da BMC.

Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“Tour/Greg Van Avermaet é o novo ´camisola amarela` do Tour”


Foto: AFP@DAVID STOCKMAN

Na quinta-feira, cumpre-se a sexta etapa da Volta a França, uma ligação de 190,5 entre Arpajon-sur-Cère e Montauban.

O ciclista belga Greg Van Avermaet (BMC) venceu hoje isolado a quinta etapa da Volta a França, assumindo a liderança da geral, depois de andar em fuga grande parte dos 216 quilómetros entre Limoges e Le Lioran.

Van Avermaet aguentou a perseguição movida pela Sky para chegar isolado a Le Lioran, com o tempo de 05:31.36 horas. Outros fugitivos da jornada, o belga Thomas De Gendt (Lotto Soudal) e o polaco Rafal Majka (Tinkoff), foram, respetivamente segundo, a 02.34 minutos, e terceiro a 05.04.

O belga da BMC é agora líder isolado da geral, com 05.11 minutos de vantagem sobre o francês Julian Alaphilippe (Etixx-QuickStep), segundo, e 05.13 sobre Alejandro Valverde (Movistar), terceiro.

Na quinta-feira, cumpre-se a sexta etapa da Volta a França, uma ligação de 190,5 entre Arpajon-sur-Cère e Montauban.

Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“15ª Edição 14 Horas a Pedalar em Pombal”

Por: Armando Vieira

Está à porta a 15ª edição da popular festa das bicicletas 14 Horas a Pedalar, a ter lugar no fim-de-semana antes do Bodo, nos dias 23 e 24 de julho, na Avenida Heróis do Ultramar, em Pombal, numa organização do Clube de Cicloturismo de Pombal.

Esta edição está recheada de novidades e surpresas, como Ginástica Acrobática, Arruada Concertinista, Animação Musical com DJ, Bar Tropical, Exposição e Concurso de Bicicletas Antigas e Clássicas.

Ao início da madrugada será servido o tradicional Caldo Verde em Tigelas 14HP2016, seguindo-se o sorteio do Presunto. Ao romper da manhã nada melhor do que uma reposição de energias FullProtein antes do passeio domingueiro.

Como é tradição haverá prémios e lembranças Fantaças para todos, destacando-se o Troféu 14HP – Sicoconstrói para a melhor equipa; o Troféu Mais – Município de Pombal para o grupo mais numeroso; o prémio Charme Feminino – FlorEden destinado para a formação que mais elementos femininos inscrever; o Troféu Pedalástico - CA que é para o grupo que apresentar a bicicleta mais criativa ou engraçada no evento; O Troféu Pasteleira - Pombal Limpa para quem apresentar a bicicleta mais antiga em estado original.

Além da já habitual e imprescindível presença da LusoTerapias este ano contamos com a participação especial da ACROPOMBAL – Ginástica Acrobática, com exibição dos seus atletas quer no sábado à noite quer durante a manhã de domingo.

Estão assim reunidas todas as condições para mais uma monumental e pedalástica Festa das Bicicletas, esperando-se a participação de 300 ciclistas em representação de 15 equipas.

As fichas de inscrição já estão disponíveis podendo os interessados contactar o clube para o e-mail cicloturismopombal@gmail.com ou para o telemóvel: 968 130 525.  

14 HORAS A PEDALAR

 
REGULAMENTO DOS PRÉMIOS ESPECIAIS

 
TROFÉU 14HP – SICOCONSTRÓI

1. O Troféu 14HP destina-se a distinguir a equipa que melhor cumpra os regulamentos e o programa do evento, que colabore com as indicações da organização e, ainda, obtenha maior mérito em função de: PONTUALIDADE; COMPORTAMENTO; APRESENTAÇÃO; HIGIENE; ASSIDUIDADE; e MAIOR NÚMERO DE ELEMENTOS NOS TURNOS EM PISTA.

 2. Será privilegiada a equipa MAIS ANTIGA e que ainda não tenha sido premiada com o referido troféu em edições anteriores.

 3. Os ciclistas que façam sem interrupção as 14HP em nada contribuem para a atribuição do troféu.

 4. Cabe unicamente à organização a avaliação de todos os critérios para atribuição do troféu.

 5. Se nenhuma das equipas se distinguir no cômputo geral o troféu não será atribuído.


TROFÉU “PASTELEIRA” – POMBAL LIMPA

 
1. O Troféu “Pasteleira” vai ser entregue à bicicleta mais antiga e original em exposição.


TROFÉU MAIS – MUNICÍPIO DE POMBAL
 

1. O prémio é destinado à equipa que inscrever MAIS ELEMENTOS EM PISTA.

 2. Em caso de empate ganha a equipa com mais elementos femininos.

 3. Se a igualdade persistir será feito um sorteio.


PRÉMIO CHARME FEMININO – FLÔR EDEN


1. O prémio caberá àquela equipa que MAIS ELEMENTOS FEMININOS inscrever.

 2. Em caso de empate ganha a equipa com menos elementos masculinos.


TROFÉU PEDALÁSTICO – CRÉDITO AGRÍCOLA


1. O troféu está reservado para a equipa que apresentar e utilizar a BICICLETA MAIS CRIATIVA ou ENGRAÇADA.

 2. Para a nomeação do vencedor será constituído um júri composto por um representante da cada equipa.

 3. Se houver empate caberá à Organização escolher o vencedor.

PROGRAMA

20:00 - Concentração e confirmação das inscrições

21:00 - Aquecimento Muscular Clínica Luso Terapias

21:30 - Ginástica Acrobática – Apresentação ACROPombal

22:00 - Início das 14HP

22:10 - Apresentação à Cidade (Desfile do pelotão pelas principais ruas da cidade)

22:40 - Regresso ao Circuito

01:00 - Sorteio do Presunto Miro

02:00 - Caldo Verde em Tigelas 14HP2016

09:00 – Full Protein - Derovo

10:00 - Ginástica Acrobática – Demonstração ACROPombal

10:30 - Mini Passeio (Centro, Z. Desportiva, Açude, Barrocas, Vale das Lobas e Pombal Cidade)

11:15 - De volta ao Circuito

11:30 - Sorteio 14HP2016

12:00 - Fim das 14HP

12:05 - Entrega de Prémios e Lembranças

13:30 - Almoço – Pombal Fhasion


14 HORAS A PEDALAR - REGULAMENTO GERAL

 1. O evento denominado 14 HORAS A PEDALAR, poderá ser identificado pela sigla 14HP, sendo organizado pelo Clube de Cicloturismo de Pombal.

 2. Especialmente para as 14HP, o Clube de Cicloturismo de Pombal criou um logótipo que não pode ser copiado ou usado por terceiros.

 3. O evento 14HP é uma Festa das Bicicletas e dos Ciclistas, tendo como objetivo homenagear as bicicletas num ambiente de festa e de amizade entre todos aqueles que as utilizam. No entanto, todos os participantes devem-se submeter ao presente regulamento.

 4. Podem participar todos os Ciclistas, organizados em equipas com um mínimo de 12 elementos, entre os 14 e os 75 anos de idade.

 5. Não é permitido no evento ciclistas individuais e ou equipas não inscritas.

 6. Todos os ciclistas devem usar no pulso as pulseiras de controlo distribuídas pela organização.

 7. As inscrições, limitadas a 20 equipas, salvo casos excecionais, terminam na quarta-feira, dia 20 de julho, data limite para as equipas entregarem a Ficha de Inscrição devidamente preenchida e o respetivo donativo.

 8. Cada equipa deverá entregar um donativo em função do número de participantes, conforme a seguinte tabela: até 20 = 25€; de 21 a 30 = 35€; de 31 a 40 = 45€; de 41 a 50 = 55€; e assim sucessivamente.

 9. O almoço será servido no Pombal Fashion com o custo acrescido de 10€ por pessoa.

 10. Os Ciclistas e as Equipas têm direito a lembranças de presença. Os prémios especiais são sujeitos a regulamento próprio (ver verso).

 11. O evento está agendado para os dias 23 e 24 de Julho de 2016, entre as 22H00 de Sábado e as 12H00 de Domingo. Inicia-se na Avenida Heróis do Ultramar, à Rotunda em Homenagem ao Bombeiro, com destino à cidade, percorrendo os principais arruamentos. A partir das 23H00, decorre em circuito fechado, com um perímetro de 400 metros, na Av. Heróis do Ultramar, entre a Rua dos Bombeiros Voluntários e o Viaduto sob a Alameda Europa, na cidade de Pombal, até de manhã. Às 10H00, tem início o Mini-Passeio pelo centro e a periferia da cidade, regressando o pelotão ao circuito para as voltas finais e encerramento do evento.

 12. Qualquer alteração às inscrições decorre entre as 19H00 e as 20H00, do dia 19 – Sábado, no próprio recinto, nos termos do programa previamente elaborado para o efeito.

 13. Às 22H00, em ponto, serão iniciadas as 14HP, com a presença obrigatória no circuito de todas as equipas e todos os ciclistas inscritos, até ao fim desta primeira hora.

 14. Entre as 23H00 (Sábado) e as 10H00 (Domingo), é obrigatória a participação no circuito de todas as equipas com um mínimo de 3 ciclistas.

 15. Entre as 10H00 e as 12H00 – Domingo, é obrigatória a participação de todas as equipas e de todos os ciclistas inscritos.

 16. Às 12H00, terminam as 14HP, seguindo-se de imediato a entrega de lembranças e dos prémios.

 17. Os ciclistas poderão utilizar todo o tipo de bicicletas, sem motor auxiliar, sendo obrigatório o uso de capacete de proteção aprovado e recomendada a utilização de sistema de iluminação e material refletor.

 18. São proibidas bicicletas com atrelado e cadeiras assim como o transporte de crianças.

 19. Entre as 00H00 e as 08H00, é proibida a utilização de campainhas ou outros sinais sonoros. Também, os participantes devem respeitar a Lei Geral do Ruído e as determinações do Município, da PSP e da Organização.

 20. Os ciclistas devem apresentar-se em perfeitas condições físicas, não se responsabilizando a organização por qualquer problema de saúde e também com incidentes que eventualmente possam surgir antes, durante e após o evento, que não estejam cobertos pelo seguro temporário de acidentes pessoais a cargo da organização se for o caso.

 21. O não cumprimento voluntário de presente Regulamento e ou algum comportamento anti-social implica o afastamento do (s) ciclista(s) ou da(s) equipa(s), perdendo o direito aos prémios e à inscrição.

 22. Nos termos do número anterior, em caso de expulsão de qualquer (quaisquer) ciclista (s) e ou equipa (s), não é (são) admitida (s) na próxima edição das 14HP.

 23. A organização não se responsabiliza por eventuais inscrições fraudulentas, falsas declarações, participações não declaradas e por todos os atos socialmente reprováveis e ou criminalmente puníveis.

 24. É proibida a exploração de serviço de bar (comes e bebes) pelas equipas ou por terceiros sem autorização da organização.

Fonte: Clube de Cicloturismo de Pombal

“Atualização do Canal NP-TV com o “Vídeo do Promocional da 15ª Edição das 14 Horas a Pedalar em Pombal.2016”

A Revista Notícias do Pedal acaba de atualizar o seu canal de televisão “Notícias do Pedal-TV” no YouTube e no MEO/KANAL com o “Vídeo do Promocional da 15ª Edição das 14 Horas a Pedalar em Pombal.2016”.


Para ver o vídeo no MEO/KANAL, quem possuir MEO, pode aceder carregando na tecla verde do comando, inserir o código 531450, e ver no MEO/KANAL este e outros filmes, podendo consultar toda a programação. Podem ver ainda através do seguinte link: https://kanal.pt/lista-canais/comunicao-social/lisboa/vila-franca-de-xira/?display=grid&order=updated 

Desejamos que passem e recordem bons momentos.

“II Passeio Cicloturista dos Bombeiros Voluntários de Alandroal”


Dia 3 de Setembro

Informações e inscrições Telefone: 962 805 692 ou para o mail ciclismo.bvalandroal@gmail.com

“Volta a Lordelo (Guimarães) com a participação de Sérgio Sousa”

Numa organização conjunta da Associação Cultural e Recreativa de Lordelo (ACRL) e do Lordelo Jornal, a XXI Volta a Lordelo em bicicleta realiza-se no dia 17 de julho, com início às 9 horas. A edição deste ano do passeio de cicloturismo celebra os 20 anos de edições do Lordelo Jornal e conta com a participação especial do ciclista Sérgio Sousa, da Team Vorarlberg. A iniciativa tem o apoio da Associação de Ciclismo do Minho.

O arranque da caravana está marcado para as 9 horas, com saída do Largo dos Poetas, junto à antiga igreja de Lordelo, Guimarães, e vai percorrer as principais artérias da vila, em clima de confraternização e apoio à prática desportiva e ambiental.

O Passeio de Cicloturismo, com um percurso de cerca de 20 quilómetros, conta com o apoio da Associação de Ciclismo do Minho, da Motocar, da Lardomus, da Gofive e da CA Automóveis.

As inscrições podem ser realizadas nas sedes da ACRL e do Lordelo Jornal ou no próprio dia e têm um custo de 1 euro. As primeiras 200 inscrições têm direito a uma t-shirt alusiva ao evento.

A todos os participantes será oferecido um lanche e ainda serão sorteados 5 vales de 30 euros e 1 vale de 150 euros para aquisição de equipamentos Motocar.

Pela primeira vez, ao fim de 20 edições, a iniciativa vai contar com a presença de um ciclista profissional, o tirsense Sérgio Sousa. sétimo classificado na Volta a Portugal 2015 e vencedor da prova Flèche du Sul (Luxemburgo) em maio passado. O prestigiado ciclista internacional vai encabeçar o pelotão para fomentar a atividade desportiva e, em particular, o gosto pela bicicleta.

A iniciativa é aberta à participação de todos os interessados, contando com o acompanhamento dos Bombeiros Voluntários de Vila das Aves e da GNR de Lordelo. Mais informações: lordelojornal@gmail.com.

Fonte: ACM

“Homenagem a Joaquim Agostinho na estrada”

EFAPEL arranca para o Grande Prémio Internacional de Torres Vedras

A equipa EFAPEL está de regresso à estrada para o 39º Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho. São quatro dias de competição em que a formação de Ovar ultima os preparativos para a Volta a Portugal e procura discutir os melhores lugares num pelotão repleto de formações nacionais e estrangeiras com muito valor.

O início do grande objectivo da temporada está agendado para o final deste mês. Com isso em mente, e mediante o calendário de preparação da EFAPEL, a estrutura liderada por Américo Silva não deixará de procurar os melhores lugares e os triunfos.

“Esperamos conseguir vencer, tal como fizemos no ano passado, uma etapa nesta importante prova do calendário. Temos, ainda assim, de ter em conta que o nosso grande objectivo da temporada é a Volta a Portugal. Esta começa no final deste mês. Perante a preparação que estamos a fazer para essa corrida, não cremos que seja de equacionar mais do que um triunfo em etapa durante a prova que se inicia amanhã”, explicou o director desportivo, Américo Silva.

O 39º GP Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho começa amanhã com um prólogo e continua até domingo. Haverá três etapas em linha com percursos variados mas bastante selectivos. Destaque para a primeira etapa, na sexta-feira, que termina no Alto de Montejunto.

Nome da prova

39º GP Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho

Data

7 a 10 de Julho de 2016

Director desportivo

Américo Silva

Ciclistas

Álvaro Trueba (Contra-relogista/Trepador)

António Barbio (Contra-relogista)

Daniel Mestre (Contra-relogista)

Hélder Ferreira (Trepador)

Henrique Casimiro (Trepador)

Nuno Almeida (Trepador)

Fonte: Efapel

“Minhotos em destaque nos nacionais de cadetes, juniores e femininas”

Os atletas e equipas do Minho conquistaram três títulos de Campeão Nacional, um de Vice-Campeão e dois terceiros lugares nos Campeonatos Nacionais de Ciclismo de Estrada para os escalões de cadetes, juniores e femininas. Na competição disputada em Vila Flor, Raquel Marques (master) sagrou-se Campeã Nacional nas provas de contrarrelógio e em linha, enquanto Renato Costa (cadetes) é o novo Campeão Nacional de fundo.

Além de Raquel Marques e de Renato Costa, evidenciaram-se os atletas minhotos Marta Branco (Vice-Campeã Nacional na prova em linha e terceiro lugar no contrarrelógio na categoria de juniores) e Pedro Silva (terceiro lugar no contrarrelógio de cadetes).

A Direção da Associação de Ciclismo do Minho expressou, entretanto, a sua satisfação e orgulho pelo desempenho dos atletas e equipas minhotas, realçado que os mesmos são um estímulo para o prosseguimento do trabalho no âmbito da formação de atletas, visando a existência de mais e melhor ciclismo na sua área de jurisdição (distritos de Braga e Viana do Castelo).

A atleta barcelense Raquel Marques (ASC/Focus Team/Vila do Conde) - Campeã Nacional e do Minho de Maratonas - esteve em destaque ao sagrar-se Campeã Nacional nas provas de contrarrelógio e em linha na categoria de masters. No contrarrelógio, Raquel Marques venceu com o tempo de 16m40s, seguindo-se na classificação Eliste Sousa (5Quinas/Município de Albufeira) e Orieta Oliveira (5Quinas/Município de Albufeira), a 2m07s. Na prova de fundo, Raquel Marques terminou os 58,8 quilómetros de corrida em 1h53m21s, batendo ao sprint Elisete Sousa (5Quinas/Município de Albufeira). A terceira foi Marlene Emídio (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais). Na prova em linha destaque também para o sexto lugar alcançado pela atleta limiana Liliana Lopes (ASC/Focus Team/Vila do Conde), Vice-Campeã Nacional e do Minho de Ciclocrosse.

Renato Costa (Seissa / MGB Bikes / Matias & Araújo / Frulact) venceu a prova de fundo para cadetes do Campeonato Nacional de Estrada. A vitória do corredor barcelense começou a desenhar-se com pouco mais de metade dos 81,2 quilómetros de prova, altura em que Renato Costa saiu do pelotão na companhia de Rafael Rita (BTT Loulé/BPI), em perseguição a Wilson Esperança (Alcobaça CC/Crédito Agrícola). Na subida em empedrado para a linha de meta, Renato Costa isolou-se no comando e nunca mais largou essa posição, nos 20 quilómetros que ainda faltavam para o final. Renato Costa aproveitou o circuito final para consolidar a vantagem, chegando isolado à meta e conquistando o título de Campeão Nacional.

O famalicense Miguel Sousa (CRC/Garbo/Vegas Cosmetics) - Campeão Nacional de XCO – garantiu o quarto lugar na prova em linha do Campeonato Nacional de cadetes e Pedro Silva (Seissa / MGB Bikes / Matias & Araújo / Frulact) venceu o quinto posto.

Na prova de contrarrelógio de cadetes Pedro Silva (Seissa / MGB Bikes / Matias & Araújo / Frulact) alcançou o terceiro lugar do pódio, Miguel Sousa (CRC/Garbo/Vegas Cosmetics) o quarto, Diogo Vieira (Tensai /Sambiental / Santa Marta) o sexto, Manuel Barbosa (Seissa / MGB Bikes / Matias & Araújo / Frulact) o oitavo, e Carlos Barreiros (Tensai /Sambiental / Santa Marta) o décimo.

No escalão de juniores, a vimaranense Marta Branco (ASC/Focus Team/Vila do Conde), Campeã Nacional de Ciclocrosse e Campeã do Minho de XCO e Ciclocrosse, conquistou em Vila Flor o título de Vice-Campeã Nacional na prova em linha e o terceiro lugar no contrarrelógio.

Realce ainda para o quarto lugar alcançado pelo minhoto Francisco Moreira (Seissa / MGB Bikes / Matias & Araújo / Frulact) no contrarrelógio de juniores, o desempenho das atletas da Juventude Unidas das Marinhas – Sanitop – KTM na prova em linha de cadetes (Beatriz Faria em 5º, Celina Faria em 10º e Beatriz Abreu em 11º), o nono lugar alcançado por Luís Pereira (Escola de Ciclismo Carlos Carvalho) na prova em linha de juniores e o décimo posto conseguido por Carina Viana (Tensai /Sambiental / Santa Marta) no contrarrelógio de cadetes.

Fonte: ACM