segunda-feira, 20 de junho de 2016

“Nuno Almeida conquista camisola verde”

Corredor da EFAPEL destacou-se no Troféu Concelhio de Azeméis

A EFAPEL voltou a destacar-se, desta vez na segunda prova da Taça de Portugal, o Troféu Concelhio de Oliveira de Azeméis. A equipa de Ovar acabou a competição com Nuno Almeida no pódio. O corredor foi o vencedor da classificação das metas volantes e, no final, envergou a camisola verde. Para além disso, foi também o primeiro da formação a cruzar a meta. Chegou em sétimo, a dois segundos do vencedor.

Num ano em que o objectivo na Taça de Portugal passa por ser protagonista mas sem que a vitória final seja uma prioridade, a equipa de ciclismo EFAPEL entrou em competição no Troféu Concelhio de Oliveira de Azeméis com o intuito de se destacar e fê-lo através da boa prestação nas metas volantes. Com a vitória numa e o segundo lugar noutra, Nuno Almeida somou os pontos necessários para bater a concorrência e assegurar a camisola verde e respectiva subida ao pódio no final do dia.

Fonte: Efapel

“Copenhaga quer receber arranque de uma edição”

Ideia agrada ao diretor da competição

Fonte: Lusa

Foto: Reuters

A Dinamarca apresentou esta segunda-feira a candidatura para receber a partida de uma edição da Volta a França em bicicleta, a mais importante prova velocipédica mundial, entre 2019 e 2021.

"É um verdadeiro desafio. O Tour nunca esteve tão a norte. Vamos desenvolver as nossas análises e examinar melhor essa possibilidade", disse o diretor da competição, Christian Prudhomme, em Paris.

A delegação dinamarquesa na capital de França, que integra o presidente da Câmara de Copenhaga, Frank Jensen, pretende que se realizem três etapas na Dinamarca: Copenhaga-Copenhaga, Roskilde-Odense e Vejle-Sönderborg.

"Naturalmente, existem outros candidatos, mas gosto desta candidatura, porque estimula a ligação entre o ciclismo do dia-a-dia e o ciclismo de competição", sustentou Prudhomme.

Copenhaga, que tem como slogan da candidatura "a maior prova de ciclismo mundial encontra a melhor cidade para a prática do ciclismo", acolheu os Mundiais de ciclismo em 2011.

 

Fonte: Record on-line

“Ricardo Vilela foi sexto classificado na Rota do Sul”

A prova francesa foi conquistada por Nairo Quintana.

Foto: SAPO Desporto
O ciclista português Ricardo Vilela (Caja Rural) terminou hoje em sexto lugar a 40.ª edição da Rota do Sul, prova francesa ganha pelo colombiano Nairo Quintana (Movistar).
Ricardo Vilela chegou em 30.º, integrando o pelotão nos 154,8 quilómetros finais entre Gers e Astarac Arros en Gascogne, subindo um posto, para sexto, e concluindo a prova a 2.01 minutos de Quintana.
A tirada foi vencida ao 'sprint' pelo francês Arnaud Démare (FDJ), impondo-se aos compatriotas Yohann Gene (Direct Energie) e Stéphane Poulhies (Armeé de Terre).
Quintana concluiu a competição com 36 segundos de avanço para o colega de equipa espanhol Marc Soler (Movistar) e 1.06 para o francês Nicolas Edet (Cofidis).
Frederico Figueiredo foi o melhor ciclista do Rádio Popular Boavista, em 18.º a 6.23 de Quintana, seguindo-se, entre os portugueses, David Rodrigues (83.º a 35.04), Ricardo Vale (85.º a 35.20).
SAPO Desporto c/ Lusa


“Volta à Suíça: Rui Costa termina em sétimo”

Miguel Ángel López venceu prova; Jarlinson Pantano conquistou a última etapa
Foto: Direitos reservados
O ciclista colombiano Miguel Ángel López (Astana) venceu este domingo a volta à Suíça, após a última etapa que teve início e fim em Davos, com uma passagem de montanha em Flüelapass. O vencedor da etapa foi o também colombiano Jarlinson Pantano, da IAM Cycling.
Pantano foi o primeiro a cruzar a meta, seguido pelo russo Sergey Chernetsky, da Katusha. O vencedor da prova acabou a etapa em quarto lugar, atrás de Jon Izaguirre (Movistar), que terminou em terceiro. O português Rui Costa, da Lampre Merida, terminou a etapa em sexto lugar.
Na classificação geral final, Miguel Ángel López foi o grande vencedor, com 12 segundos de vantagem para Izaguirre e 18 para Warren Barguil, da Giant. Rui Costa terminou no sétimo posto da classificação geral, com um atraso de 2 minutos e 9 segundos para López.
Fonte: Record on-line
 
 

“Taça de Portugal de Elite”

Juan Ignácio Pérez vence Troféu Concelhio de Azeméis

O espanhol Juan Ignácio Pérez (W52-FC Porto) ganhou o Troféu Concelhio de Oliveira de Azeméis, segunda prova da Taça de Portugal de Elite. Outro portista, Daniel Freitas, é o novo comandante da geral.

A corrida deste sábado ligou Fajões a Carregosa, ao longo de 137 quilómetros, ficando marcada pelo domínio absoluto da W52-FC Porto, que colocou cinco homens no grupo de 14 unidades que se destacou do pelotão principal.

A superioridade numérica no grupo mais adiantado permitiu aos portistas dividir a glória entre dois dos seus corredores. Juan Ignácio Pérez conquistou o Troféu Concelhio de Oliveira de Azeméis, diante de João Benta (Louletano-Hospital de Loulé), ao passo que Daniel Freitas, terceiro na linha de meta, assumiu o comando da Taça de Portugal.

Somados os resultados das duas primeiras corridas pontuáveis para a Taça, Daniel Freitas amealhou 125 pontos, mais cinco do que Juan Ignácio Pérez, estando os dois no topo da classificação.

Nas classificações secundárias da corrida deste sábado, sobressai a vitória coletiva da W52-FC Porto e o primeiro lugar da equipa nos sprints, através de Daniel Freitas, e na juventude, por João Rodrigues. Válter Pereira (Sporting-Tavira) foi o rei dos trepadores, Nuno Almeida (Efapel) ganhou as metas volantes e Miguel Crespo (Supermercados Froiz) foi o primeiro entre os corredores das equipas de clube.

A Taça de Portugal de Elite continua neste domingo, ainda no concelho de Oliveira de Azeméis, com a disputa do 8.º Memorial Bruno Neves. A prova arranca às 13h00, em Nogueira do Cravo, prevendo-se a chegada, na Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, cerca das 16h30, depois de percorridos 146 quilómetros.

 

Classificação

Fajões – Carregosa, 137 km

1.º Juan Ignácio Pérez (W52-FC Porto), 3h39m16s (Média: 37,489 km/h)

2.º João Benta (Louletano-Hospital de Loulé), mt

3.º Daniel Freitas (W52-FC Porto), a 2s

4.º Joaquim Silva (W52-FC Porto), mt

5.º David Livramento (Sporting-Tavira), mt

6.º Miguel Crespo (Supermercados Froiz), mt

7.º Nuno Almeida (Efapel), mt

8.º Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista), a 27s

9.º Válter Pereira (Sporting-Tavira), a 34s

10.º António Carvalho (W52-FC Porto), a 53s

Fonte: FPC

“BMX Race”

Carlos Rosado conquista a Taça de Portugal

O português Carlos Rosado (Clube Bicross de Portimão) conquistou a Taça de Portugal de BMX Race, após a dupla jornada final, disputada, neste fim de semana, na pista de Quarteira.

Aproveitando a ausência dos ciclistas espanhóis e do luso Bruno Cardoso, que dominaram as jornadas anteriores da competição, o corredor da equipa portimonense afirmou-se como o mais regular no conjunto das seis provas pontuáveis para o troféu.

Carlos Rosado venceu a quinta prova, no sábado, enquanto no dia seguinte o elite mais pontuado foi André Martins (Team BMX Asas da Cidade). Contas feitas, Carlos Rosado terminou a Taça de Portugal com 56 pontos, mais oito do que o segundo classificado, Guillermo Garai (Union WCC). O terceiro classificado final foi André Martins, com os mesmos pontos do espanhol.

Carolina Claro (Casa do Povo da Abrunheira) impôs-se entre as femininas com mais de 15 anos. O cadete Wandeley Carvalho (Team BMX Asas da Cidade) esperou pela dupla jornada deste fim de semana para dar a volta à classificação. Impôs-se no sábado e no domingo e concluiu a Taça com 93 pontos, apenas mais um do que Marco Albano (Clube Bicross de Portimão).

Igor Matias (Team BMX Asas da Cidade) ganhou a Taça na categoria sénior, Paulo Domingues (MS Racing Portugal) foi o melhor master e Pedro Ferreira (Escola BMX Forninho/Monte Maneta) impôs-se em cruisers. O Team BMX Asas da Cidade venceu a classificação coletiva.

Fonte: FPC

“Taça de Portugal de Elite”

 Ángel Sánchez ganha Memorial Bruno Neves

O galego Ángel Sánchez Rebollido (W52-FC Porto) venceu o Memorial Bruno Neves, terceira prova da Taça de Portugal de Elite, disputado entre Oliveira de Azeméis e Nogueira do Cravo. Trio portista ocupa as primeiras posições na geral da Taça, com Daniel Freitas na dianteira.

A história dos 143 quilómetros da corrida deste domingo foi escrita por um trio de fugitivos, Ángel Sánchez, João Matias (Supermercados Froiz) e Tiago Ferreira (Liberty Seguros/Carglass). O galego decidiu quando queria atacar, isolou-se e venceu em solitário, tornando-se o sexto corredor da W52-FC Porto a erguer os braços em 2016.

"Vi que os colegas de fuga iam a poupar-se. Era provável que já não tivessem muitas forças. Como não colaboravam, não podia permitir a aproximação do pelotão e fui sozinho, seguindo as indicações do diretor desportivo, Nuno Ribeiro", explicou Ángel Sánchez.

Os colegas de fuga do galego acabaram mesmo alcançados, com a segunda posição a pertencer a António Barbio (Efapel), que gastou mais 2m56s do que o vencedor. Joaquim Silva (W52-FC Porto) fechou o pódio, a 2m59s do vencedor e colega de equipa.

A W52-FC Porto ganhou por equipas, Ángel Sánchez conquistou a classificação dos sprints e João Rodrigues fechou o pecúlio azul e branco com a vitória na classificação da juventude. Tiago Ferreira sagrou-se rei dos trepadores, João Matias conseguiu a camisola das metas volantes e o colega de equipa Sergio Miguez foi o primeiro entre os corredores das equipas de clube.

O Memorial Bruno Neves acentuou o domínio da W52-FC Porto na Taça de Portugal de Elite, com a equipa a ocupar as três primeiras posições da geral pela seguinte ordem: Daniel Freitas, com 126 pontos, Juan Ignácio Pérez, 125, e Joaquim Silva, 122.

A Taça de Portugal termina com uma jornada dupla, nos dias 13 e 14 de agosto, datas em que vão realizar-se, respetivamente, o Grande Prémio de Mortágua e o Grande Prémio Anicolor.

Classificação

Oliveira de Azeméis – Nogueira do Cravo, 143 km

1.º Ángel Sánchez (W52-FC Porto), 3h31m24s (Média: 40,587 km/h)

2.º António Barbio (Efapel), a 2m56s

3.º Joaquim Silva (W52-FC Porto), a 2m59s

4.º Sergio Miguez (Supermercados Froiz), a 3m10s

5.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), a 3m33s

6.º João Matias (Supermercados Froiz), a 3m35s

7.º Bruno Silva (LA Alumínios-Antarte), mt

8.º João Rodrigues (W52-FC Porto), a 3m40s

9.º Cristian Cañada (Louletano-Hospital de Loulé), a 3m44s

10.º David Livramento (Sporting-Tavira), a 3m49s

Fonte: FPC

“Campeonato Nacional de Maratonas BTT”

Tiago Ferreira e Daniela Reis são os campeões nacionais

Tiago Ferreira (Team Protek) e Daniela Reis (Academia Joaquim Agostinho/UDO) sagraram-se campeões nacionais de maratonas BTT (XCM), triunfando nas provas de elite da Maratona de Seia.

O vice-campeão europeu desta disciplina revalidou o título, demonstrando grande superioridade ao longo dos 87 quilómetros da corrida serrana. Terminou em 3h45m45s, menos 6m36s do que Rúben Almeida (BTT Seia) e menos 12m13s do que David Vaz (Gnauk/King Gates/Blisq Creative), que o acompanharam no pódio.

A corrida feminina assistiu a uma revelação. A campeã nacional de estrada, Daniela Reis, aventurou-se no BTT e teve sucesso. Foi a mais forte na maratona deste domingo, juntando o título de XCM àqueles que já conquistou na estrada e na pista. Daniela Reis venceu com 6m46s de vantagem sobre Tânia Neves (Clube BTT de Águeda/BlackJack) e com 17m50s de avança sobre a anterior campeã, Celina Carpinteiro (BTT Loulé/BPI).

Rui Casquinha (BTT Seia) foi o melhor master 30, Valério Ferreira (BTT Loulé/BPI) bateu a concorrência em master 35, Rui Torpes venceu em master 40, José Rosa (Ser e Parecer Pro Bike Team) ganhou em master 45, Reinaldo Luís (HC Turquel/TalachaShop/Valsabor) impôs-se entre os masters 50, Carlos Lima (EDV-Viana Cycles/EntrePortas/Mypharma) triunfou em master 55.

Entre as veteranas, Raquel Marques (ASC/Focus Team/Vila do Conde) bateu as restantes masters 30 e Elisete Sousa (BTT Loulé/BPI) venceu em master 40.

Tiago Craveiro foi o melhor entre os paraciclistas.

O BTT Seia venceu por equipas em elite. Essa honra coube ao BTT Loulé/BPI em masters.

Fonte: FPC

“António Barbio é segundo no Memorial Bruno Neves”

Fim-de-semana positivo para as aspirações da equipa

A equipa EFAPEL concluiu de forma positiva o fim-de-semana em que se realizaram duas etapas pontuáveis para a Taça de Portugal. Depois de Nuno Almeida ter conquistado a camisola verde no Troféu Concelhio de Oliveira de Azeméis, hoje foi dia de António Barbio obter o segundo lugar da classificação geral individual no Memorial Bruno Neves.

Num dia marcado pelos ataques, fugas e alterações de corrida constantes, a EFAPEL manteve sempre a serenidade e concentração nos objectivos definidos pela estrutura técnica. A formação de Ovar sabia que só assim conseguiria alcançar o que desejava.

No final, o director desportivo da equipa de ciclismo EFAPEL não escondia a satisfação por mais duas boas prestações em outras tantas competições. Para Américo Silva, a resposta dada na estrada tem sido boa, sempre dentro do ambicionado.

“O balanço da nossa presença nestas duas corridas é muito positivo. Demonstra que a equipa está bastante motivada e que continuamos sempre a lutar pelas vitórias nas competições em que estamos presentes. Esse é, aliás, o nosso espírito”, afirmou o responsável.

A equipa pára a competição por uns dias, mas não muitos. Na próxima sexta-feira, dia 24, e também no domingo, dia 26, a EFAPEL vai estar representada nos campeonatos nacionais que, tal como aconteceu no ano passado, se realizam na zona de Braga.
 

Classificação final do Memorial 8º Bruno Neves

    Angel Rebollido        W52-FC Porto            3h31m24s

    António Barbio        EFAPEL            a 2m56s

    Joaquim Silva            W52-FC Porto            a 2m59s


14º    Filipe Cardoso        EFAPEL            a 4m45s

32º    Nuno Almeida        EFAPEL            a 16m43s

33º    Jóni Brandão            EFAPEL            mt

53º    Hélder Ferreira        EFAPEL            mt

Fonte: Efapel

“ASFIC Grupo Parapedra / Dinazoo / Riomagic campeã avassaladora na estreia do novo veículo”

Decorreu ontem, 18 de Junho, o 1.º Circuito Ciclista da Maceira, concelho de Leiria, prova que conta também para o Campeonato Regional.

Tratou-se de um circuito com 10 voltas, tendo cada volta 8,800m, perfazendo o total de cerca de 90 km.

Neste circuito e como estava em causa apurar os campeões regionais, que a partir de hoje vestem uma camisola desse título, sendo que no ano anterior a ASFIC havia conseguido 2 campeões regionais na sua equipa  (Rui Rodrigues e Davide Garrido).

O objetivo da equipa riomaiorense era a renovação das camisolas, sendo que para Rui Rodrigues passava pela renovação do titulo na categoria Master B, e na categoria Master A passava pela conquista, uma vez que o atleta que a havia conquistado em 2015, já não faz parte da equipa da ASFIC.

A ASFIC apresentou nesta prova, aos amigos, simpatizantes e público em geral, a sua nova viatura de apoio, que não passou despercebida a ninguém, com uma imagem poderosa e imponente.

A equipa da ASFIC apresentou-se para esta prova com 9 atletas, Rui Rodrigues, João Portela, Hélder Pereira, Edgar Oliveira, Jorge Madeira, Humberto Careca, Jorge Letras, Paulo Costa  e Diogo Silva.

Após diversas tentativas de fuga, à 4.ª volta escapou-se um grupo de cerca de 7 unidades estando entre eles dois atletas da ASFIC, Jorge letras e João Portela. No entanto, devido à forte perseguição da equipa da Casa, ACRP A-Dos-Barbas, a fuga seria alcançada uma volta depois.

À 6.ª volta, o atleta da ASFIC, Rui Rodrigues atacou a corrida, e colocou-se em fuga, vindo a juntar-se a ele mais 3 elementos, entre eles outro atleta da ASFIC, João Portela.

A fuga deste quarteto não viria mais a ser alcançada pelo pelotão apesar da forte pressão exercida até ao fim da corrida.

Com o quarteto a chegar à meta, os dois atletas da ASFIC impuseram-se e com uma grande colaboração e entreajuda, tendo João Portela sido exímio no trabalho para deixar o colega Rui Rodrigues em condições de vencer a prova e ainda alcançar o segundo lugar.

Assim, a ASFIC além de fazer a dobradinha na geral individual, os seus dois atletas consagraram-se campeões regionais da Associação de Ciclismo de Santarém, nas suas Categorias Master A e Master B.


A ASFIC através de Diogo Silva, ainda obteve o segundo lugar na categoria de Elites.

Com a supremacia demostrada em prova pela equipa, além dos títulos alcançados individualmente, a equipa alcançou também o 1.º lugar por equipas, vencendo o prémio de melhor equipa na competição.

Consegue-se  perceber que todo o investimento feito, a aposta nesta equipa e nestes atletas, a disponibilidade de alguns elementos da direção,  a equipa respira vitórias e conquistas no ciclismo, sendo este o caminho certo para que consigamos ter ainda mais sucesso, levando o nome da nossa cidade e das empresas riomaiorenses, patrocinadoras da equipa,  ao pódio e a serem reconhecidas pelo nosso país.

Os atletas e direção da ASFIC Grupo Parapedra / Dinazoo / Riomagic dedicam a conquista de campeões regionais a todas as empresas patrocinadoras da equipa, que a partir de hoje, também elas são campeãs regionais do distrito de Santarém.

A todos os patrocinadores, muito obrigado, pela ajuda que nos prestam e por acreditarem e confiarem em nós.

A direção da ASFIC refere ainda: “Por último, não podemos deixar de agradecer a estreia deste novo veículo a todos patrocinadores em geral, mas temos de agradecer em particular, ao Grupo Parapedra ( Gonçalo Pinheiro ), Bitzone ( Mário Ferreira), Electro Albino (Luís Pereira) e Bate Chapa e Pinturas AS (Abílio Santos).

Fonte: ASFIC - GRUPO PARAPEDRA /DINAZOO / RIOMAGIC

“Reportagem no “Jornal de Ciclismo” do “17º Passeio de Cicloturismo Associação Pescadores Musgueira Norte.2016”

Já está on-line a reportagem no “Jornal de Ciclismo”, do “17º Passeio de Cicloturismo Associação Pescadores Musgueira Norte.2016” realizado este domingo em Lisboa, a mesma pode ser visualizada em: http://jornalciclismo.com/?p=42645 ou em: http://jornalciclismo.com/ onde pode ainda visualizar outras notícias.

“Reportagem no “Jornal de Ciclismo” do “24º Passeio de Cicloturismo de Gáfete/Crato.2016”

Já está on-line a reportagem no “Jornal de Ciclismo”, do “24º Passeio de Cicloturismo de Gáfete/Crato.2016” realizado este domingo em Gáfete/Crato, a mesma pode ser visualizada em: http://jornalciclismo.com/?p=42641 ou em: http://jornalciclismo.com/ onde pode ainda visualizar outras notícias.

 

“ASFIC – Grupo Parapedra / Dinazoo / Riomagic arrasa com vitória triplete em Leiria‏”

Depois de a ASFIC ter feito a dobradinha no 1.º circuito da Maceira, ter consagrado dois atletas de campeões regionais e ter sido a melhor equipa em prova, hoje, 19 de junho, a equipa riomaiorense deslocou se à cidade do rio Lis, para participar no XXX Circuito de Leiria, prova composta por 50 voltas, que perfazia um total de 82,5 km e no qual participaram diversas equipas e ciclistas individuais.

A ASFIC – Grupo Parapedra / Dinazoo / Riomagic participou nesta competição com a sua equipa completa e dois reforços da equipa de BTT: Jorge Madeira, Rui Rodrigues, João Portela, Humberto Pereira Careca, Luis Miguel Vicente, Helder Pereira, Jorge Letras, Edgar Oliveira, Paulo Costa, Diogo Silva e Ricardo Silva.

Esta prova serviu também para acolher os atletas Luis Miguel Vicente e Ricardo Silva, que regressaram à competição depois de se terem lesionado em duas quedas graves e das quais resultou costelas e clavícula partida.

A prova teve início às 15h00, rolando o pelotão compacto, com várias tentativas de fugas, tendo à sexta volta o atleta da ASFIC Rui Rodrigues escapado ao pelotão e ganho alguma vantagem, a qual viria a ser anulada pelo pelotão passado três voltas.

Na volta a seguir, o atleta da ASFIC João Portela escapou ao pelotão, e durante 7 voltas andou fugido sozinho, com uma vantagem de cerca de 20 segundos. À 17.ª volta um grupo de 4 unidades, onde estava o atleta da ASFIC Jorge Letras, distanciou-se do pelotão e conseguiram juntar-se ao atleta da ASFIC em fuga. Na volta seguinte Rui Rodrigues também consegue juntar-se ao grupo da fuga, ficando esta composta por 7 atletas, sendo 3 deles da ASFIC.

Com cerca de 30 voltas percorridas, o atleta da ASFIC Humberto Careca fugiu ao pelotão e depois de algumas voltas sozinho, intermédio entre o pelotão e a fuga, o colega de equipa que estava na fuga, Jorge Letras, fez um trabalho exímio, ao esperar por Humberto Careca e os dois em conjunto integraram novamente o grupo da fuga, ficando assim a ASFIC com 4 atletas na fuga de 8 ciclistas.

A faltar cerca de 10 voltas para o fim, Humberto Careca conseguiu sair do grupo da fuga e com o pelotão à vista, vir integrar o mesmo, dobrando assim o pelotão.

A faltar 5 voltas, Jorge letras também conseguiu fugir ao grupo da fuga e na última volta dobrar o pelotão ficando ele e o Humberto Careca Isolados mas juntos ao pelotão.

A prova foi ganha por Humberto Careca que cortou a meta de mão dada com o seu colega de equipa Jorge Letras, alcançando o 1.º e 2.º lugar.

João Portela na última volta também conseguiu fugir ao grupo perseguidor e cortar a meta isolado, alcançando o terceiro lugar.

Rui Rodrigues alcançou o 5.º lugar e no pelotão, Hélder Pereira venceu ao sprint, terminando na 9.ª posição.

Os restantes atletas da ASFIC, fundamentais na ajuda a colocação e controlo das equipas adversárias chegaram integrados no pelotão.

Com esta classificação a ASFIC Fez o pleno. Na geral os atletas da ASFIC subiram aos 3 primeiros lugares do pódio. Por categorias, na Categoria Master A, os 3 lugares do pódio foram para os atletas da ASFIC, na categoria Master 40 Rui Rodrigues subiu ao 1º lugar.

Por equipas, depois de ontem na prova da Maceira a ASFIC ter alcançado o 1.º lugar, hoje na cidade do Lis a ASFIC foi a melhor equipa, alcançando o 1.º lugar do pódio por equipas.

Não podemos deixar de enaltece o esforço e dedicação com que os nossos atletas lutam e honram a camisola da ASFIC, bem como o espírito de união e harmonia que se vive na equipa levando a mesma aos lugares mais altos do pódio, fazendo com que a cidade de Rio Maior, seja também reconhecida na modalidade do ciclismo”.

Agradecemos a todos os patrocinadores e em particular a Gonçalo Pinheiro, pois tem sido um patrocinador presente e próximo da equipa, e tudo tem feito o que está ao seu alcance na ajuda da equipa e por isso as vitórias deste fim de semana são dedicadas a ele em particular.

Por último queremos agradecer a Sérgio Coito, do Restaurante Fortaleza pelas refeições dos atletas da ASFIC”, pode ler-se na nota de imprensa.

Fonte: ASFIC - GRUPO PARAPEDRA /DINAZOO / RIOMAGIC

“TRIATLO DE OEIRAS”

Vitória de Marco Sousa e 2ºlugar para Gonçalo Neves

Mais uma grande vitória para MARCO SOUSA, o atleta veterano da Escola de Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas venceu na sua categoria de Veteranos I (40-44 anos), no domingo de manhã mais uma etapa mítica da Taça de Portugal, a 24ª edição do Triatlo de Oeiras. Marco Sousa foi 25ºclassificado na geral entre 531 atletas inscritos, e o 1º veterano absoluto entre 252 atletas veteranos.

Mas, houve mais um atleta veterano torrejano em bom plano, GONÇALO NEVES, que continua a sua fase preparação para o IRONMAN de Roth na Alemanha no dia 17/julho, também obteve um excelente resultado na prova de Oeiras, ao subir ao pódio no 2ºlugar no escalão de Veteranos II (45-49 anos).

Esta competição foi disputada em formato Sprint, com os triatletas a lançarem-se à água na Praia da Torre para cumprirem 750m de natação, de seguida realizarem o segmento de ciclismo numa distância de 19,3kms, na Av.Marginal entre Oeiras e Algés, e por fim o segmento de corrida com 1 volta de 5 kms, realizado também na Av.Marginal entre Oeiras e Paço de Arcos.

Nesta prova, participaram ainda pela equipa torrejana, Pedro Serra em Sub-23, André Antunes em Séniores, e Carolina Serra em Cadetes, que não conseguiu terminar a sua prova, devido a problemas físicos.

A próxima prova será a 4ªetapa do Circuito Portugal Tour de Biatle, sendo simultaneamente a prova do Campeonato Nacional de Biatle, e realiza-se em Abrantes no dia 25/junho, numa organização da Federação Portuguesa de Pentatlo Moderno.

Fonte: Escola de Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas

“Nacionais” regressam a Braga


Nélson Oliveira à procura de novo título

Pelo segundo ano consecutivo, as subidas ao Sameiro e ao Bom Jesus, em Braga, serão pontos centrais das provas que vão decidir, no próximo fim de semana (de 24 a 26 de junho), os novos campeões Elite e Sub 23. Será o regresso dos Campeonatos Nacionais de Ciclismo de Estrada e a oportunidade de ver em ação alguns dos melhores valores do ciclismo português da atualidade.

Nélson Oliveira, André Cardoso, os irmãos Gonçalves, Ricardo Vilela, Bruno Pires, José Mendes, Nuno Bico e Ruben Guerreiro são alguns nomes já confirmados na luta pelas camisolas brancas seladas com a bandeira verde rubra de Portugal.

Nélson Oliveira, vencedor das provas de fundo e contrarrelógio, em 2014, e campeão nacional, no ano passado, na prova de contrarrelógio, vai tentar revalidar o título no mesmo percurso de 2015 com 36 Km alinhando também nos 177 km da prova de fundo. Ricardo Vilela (Caja Rural - Seguros RGA) e José Mendes (Bora-Argon 18) também vão estar nas duas competições. André Cardoso, José e Domingos Gonçalves (Caja Rural - Seguros RGA) e Bruno Pires (Team Roth) vão competir apenas na prova em linha.    

“Considerando que os Campeonatos Nacionais devem obrigatoriamente eleger os melhores corredores portugueses, este percurso, com o elevado grau de dificuldade introduzido pelo Bom Jesus e Sameiro, cumpre os requisitos necessários para este propósito”, garante Joaquim Gomes, diretor de prova que antecipa, desde já, uma boa moldura humana a assistir às provas. “Encostado a um grande centro urbano, o percurso da prova de fundo, vai merecer, tal como no ano passado, grande atenção em termos de presença de público.” 

Nas palavras de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, trata-se de “uma prova cada vez mais enraizada no calendário nacional e que já consagrou grandes nomes do ciclismo. Estou certo que os Bracarenses irão participar em grande número no apoio aos seus

ciclistas favoritos, acompanhando na estrada cada pedalada desta prova que será mais um espetáculo memorável para os amantes desta grande modalidade.”

Percursos e horários


O primeiro dia dos Nacionais, sexta-feira, 24 de junho, está reservado para as provas de contrarrelógio que têm partida e chegada na freguesia de Tenões. O primeiro atleta da categoria Sub 23 vai partir às 11 horas e percorre três vezes um circuito de 9 km com inversão de sentido na Avenida João Paulo II para regressar ao ponto de partida, a Rua José Afonso Machado, concluindo a prova com 27 km.

No período da tarde será a vez dos Elite enfrentarem a prova solitária. O percurso é exatamente o mesmo mas terão de fazer mais uma volta totalizando 36 km. O primeiro Elite vai para a estrada às 16 horas.

Para sábado e domingo estão reservadas as provas em linha das duas categorias com partida e chegada no Sameiro, junto à estátua do Papa João Paulo II. À semelhança do ano passado, o percurso desce a Falperra em direção a Braga para depois subir a caminho do Bom Jesus e regressar, ainda a subir, ao Sameiro.

No sábado, 25 de junho, pelas 15 horas será dado o tiro de partida para a competição dos Sub-23. Pela frente terão 144,9 quilómetros, distribuídos por um circuito de 16,1 quilómetros que será percorrido nove vezes. No dia seguinte, domingo, 26 de junho é a vez da categoria Elite lutar pelo título de Campeão Nacional. A partida para os 177,1 Km será dada às 11 horas.

Campeões Nacionais 2015

Rui Costa – Campeão Nacional Elite

Nélson Oliveira – Campeão Nacional Contrarrelógio Elite

Nuno Bico – Campeão Nacional Sub-23

José Fernandes – Campeão Nacional Contrarrelógio Sub-23

Fonte: Podium

“Reportagem no “O Praticante” do “17º Passeio de Cicloturismo Associação Pescadores Musgueira Norte.2016”

Já está on-line a reportagem no “O Praticante” do “17º Passeio de Cicloturismo Associação Pescadores Musgueira Norte.2016”, realizado ontem em Lisboa, a mesma pode ser visualizada em: http://www.opraticante.pt/17o-convivio-associacao-pescadores-musgueira-norte/ ou em: http://www.opraticante.pt/  onde pode ainda visualizar outras notícias.

“Reportagem no “O Praticante” do “24º Passeio de Cicloturismo de Gáfete/Crato.2016”

Já está on-line a reportagem no “O Praticante” do “24º Passeio de Cicloturismo de Gáfete/Crato.2016” realizado ontem em Gáfete/Crato, a mesma pode ser visualizada em: http://www.opraticante.pt/24o-passeio-cicloturismo-gafetensecrato/ ou em: http://www.opraticante.pt/  onde pode ainda visualizar outras notícias.