quinta-feira, 2 de junho de 2016

“6ª edição da Resistência BTT "Quinta do Engenho"

Por: Nuno Almeida

No passado dia 29/05/2016, os atletas do Intercaimabike/Polisport/Lojas da Visão; Jorge Martins e Nuno Almeida, participaram na 6ª edição da Resistência BTT "Quinta do Engenho", realizada em Paços de Brandão, com Organização do BTT Brandoense.

Conhecida como a Fábrica do Engenho Novo, primeira fábrica de papel fundada em Paços de Brandão, foi produtora de papéis de escrita até finais do século XIX, altura em que foi destruída por um incêndio. As ruínas do edifício estão enquadradas por uma zona de rica de bosquedo e jardim, com acessos empedrados dentro do estilo romântico de oitocentos e foi aí que o circuito foi desenhado para a participação de todos os atletas.

Temperatura ambiente amena, céu limpo e um sol bem agradável, depois de uma semana de chuva sabe sempre bem. Partida dada pelas 9h, para uma duração de 3 horas de resistência em BTT, percorrendo os trilhos e caminhos circundantes à referida Quinta, com uma extensão aproximada de 5kms por volta.

Percurso no inicio bastante rápido, com um piso duro e bastante ciclável, algumas subidas e descidas técnicas, passagem dentro das ruínas da antiga fábrica de papel, mas a dificuldade estava reservada mais à frente, com muito lama e água à mistura, tornando quase impossível ao atleta manter-se em cima da bicicleta, e causando muitas avarias a alguns dos participantes, em todas as passagens nessa parte do percurso.

Secretariado, marcações do percurso e reforço líquido e sólidas satisfatórias, com uma boa Organização.

Resultados dos atletas do Intercaimabike:

Jorge Martins - 3º lugar do pódio em Master B,  20º da geral com 9 voltas

Nuno Almeida - 6º lugar em Master B,  24º da geral com 9 voltas

Obrigado pelo apoio dos muitos amigos presentes que puxaram por nós.

Próxima prova dia 05/06 em Anadia, a contar para a taça do centro de maratonas. Agradecimento especial aos patrocinadores que confiam no nosso projeto.

- Lojas da Visão – Polisport - Tavares Auto - Crédito Agrícola Vale de Cambra – Leirinox – Polivale - Municipio de Vale de Cambra – PartilhAdrenalina - Luz do Horizonte – Fullbike - Associação Inter Caima Pinheiro Manso.

Fonte: Intercaimabike

“Sandro Branco foi décimo em Maiorga”

No passado Domingo as equipas de Escolas, cadetes e Juniores do Clube de Ciclismo José Maria Nicolau, estiverem em acção no Prémio Vitor Rocha em Maiorga, com resultados muito positivos. Sandro Branco em juniores foi décimo classificado, enquanto nas escolas Daniel Estevão e Miguel Santos concluiram no top-10 do escalão de Benjamin, respectivamente quarto e décimo classificados.

Classificação Escolas:

Pupilos/Benjamin

4º Daniel Estevão

10º Miguel Santos

Inicados:

18º Daniela Santos (3º Femin)

20º Leonor Estevão (6º Femin)

Classificação Juniores:

10º Sandro Branco

16º Bernardo Gonçalves

18º André Cunha

Fonte: Clube de Ciclismo José Maria Nicolau

“Tejay Van Garderen de fora dos Jogos Olímpicos por receio do Zika/Mulher está grávida”

O ciclista norte-americano Tejay Van Garderen, um dos melhores da atualidade, recusou participar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto, por receio do vírus Zika.
A mulher de Van Garderen está grávida e o atleta, que deverá ser o chefe-de-fila da equipa BMC na Volta à França, em julho, não quer correr quaisquer riscos, já que o referido vírus está relacionado com deficiências dos recém-nascidos e é transmitido por mosquitos.
"Se Jessica não estivesse grávida, assumindo que seria selecionado, iria aos Jogos", disse o ciclista ao CyclingTips, página da especialidade na internet.
Porém, os factos são outros, segundo Tejay Van Garderen: "Ela está grávida e, com um bebé na barriga, não quero correr quaisquer riscos".
O vírus Zika pode, também, ser transmitido sexualmente e a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou às pessoas que visitem as áreas infetadas, como o Rio de Janeiro, que receberá os Jogos, pratiquem sexo seguro ou se abstenham de o fazer durante oito semanas após deixarem os locais.
A convocação de Tejay Van Garderen para a equipa norte-americana de ciclismo ainda não estava assegurada, apesar de ele ser especialista no contrarrelógio, uma das disciplinas olímpicas.


Fonte: Record on-line

“EFAPEL mantém senda vitoriosa”

Daniel Mestre vence primeira etapa do GP Jornal de Notícias

Foto: João Fonseca - UVP/FPC
O segundo dia de competição no Grande Prémio Jornal de Notícias foi vitorioso para a equipa de ciclismo EFAPEL. Daniel Mestre discutiu o sprint à chegada em Valongo e foi o primeiro a cruzar a linha de meta. Com o triunfo que se deveu a um excepcional trabalho de equipa, o ciclista da formação de Ovar assume a liderança da classificação por pontos.

Depois do prólogo de 4,5 km quilómetros que abriu as hostilidades no dia de ontem, hoje o pelotão tinha a maior etapa deste Grande Prémio. Na véspera, Daniel Mestre já tinha sido o melhor representante da EFAPEL no curto esforço individual realizado nas ruas de Viseu. Com 187,5 km a ligarem a cidade de Viriato a Valongo, o dia revelou-se duro, em particular devido aos vários interesses que havia na competição e nas bonificações intermédias.

Durante parte da etapa foram formações adversárias que controlaram o ritmo do pelotão. Na EFAPEL, o conjunto manteve a estratégia delineada e, com a aproximação à chegada, assumiu o protagonismo e preparou-se para discutir a vitória. A equipa tinha em Rafael Silva o homem para lutar pelo triunfo. Contudo, na última curva, perdeu a oportunidade de o fazer devido a um corredor que ia à sua frente e caiu.

Perante este imponderável, foi automaticamente accionado o plano B e Daniel Mestre validou o trabalho dos seus companheiros. “Esta vitória era para o Rafael”, exclamou o atleta no final da etapa.

Já Américo Silva enalteceu que o primeiro objectivo desta competição foi atingido. “Viemos para esta competição com vontade de lutar pelos triunfos. Uma das metas traçadas era ganhar uma etapa e isso foi conseguido. Este resultado é especialmente importante porque não temos a equipa na máxima força”, disse.

De facto, a EFAPEL partiu para o Grande Prémio Jornal de Notícias sem António Barbio que está doente e não pode dar o seu contributo à equipa. Apesar de tudo, o espírito de grupo e a grande união entre todos resultaram em mais uma vitória para a estrutura de Ovar.

Conseguido o primeiro objectivo, Américo Silva assume que a estratégia de corrida se definirá dia após dia. “Vamos olhar para uma etapa de cada vez”, assumiu o director desportivo..

Amanhã, o pelotão percorre a segunda etapa entre Maia e Ovar. São quase 150 quilómetros com três metas volantes e uma montanha de terceira categoria.

Classificação na primeira etapa do 26º Grande Prémio Jornal de Notícias

    Daniel Mestre            EFAPEL            4h51m39s

    Raul Alarcon            W52/FC Porto            mt

    Bruno Sancho            Anicolor            mt


34º    Henrique Casimiro        EFAPEL            mt

44º    Nuno Almeida        EFAPEL            mt

45º    Rafael Silva            EFAPEL            mt

46º    Filipe Cardoso        EFAPEL            mt

51º    Hélder Ferreira        EFAPEL            a 4m33s

57º    Álvaro Trueba        EFAPEL            a 7m05s

Classificação geral individual no 26º Grande Prémio Jornal de Notícias

    Raul Alarcon            W52/FC Porto            4h57m10s

    Daniel Mestre            EFAPEL            a 3s

    Rafael Reis            W52/FC Porto            a 6s


11º    Henrique Casimiro        EFAPEL            a 19s

12º    Filipe Cardoso        EFAPEL            a 20s

22º    Rafael Silva            EFAPEL            a 26s

47º    Nuno Almeida        EFAPEL            a 4m07s

56º    Álvaro Trueba        EFAPEL            a 7m25s

52º    Hélder Ferreira        EFAPEL            a 5m25s

Fonte: Efapel

“26.º Grande Prémio Jornal de Notícias”

Alarcón de amarelo apesar de ser batido por Mestre em Valongo

O alentejano Daniel Mestre (Efapel) venceu hoje, em Valongo, perante uma multidão entusiasta, a primeira etapa do Grande Prémio Jornal de Notícias, uma ligação de 187,5 quilómetros, iniciada em Viseu. O espanhol Raul Alarcón (W52-FC Porto) subiu ao primeiro lugar da classificação geral individual.

Foi um pelotão compacto que se apresentou em Valongo para discutir a tirada, mas uma queda, a 300 metros da meta, desorganizou completamente o grupo. Daniel Mestre era o plano B da Efapel, mas teve de assumir o protagonismo, fazendo-o com sucesso. Ergueu os braços, diante de Raul Alarcón e de Bruno Sancho (Anicolor), segundo e terceiro, respetivamente, ao fim de 4h51m39s de prova.

“Era uma chegada muito complicada. A minha missão passava por lançar o Rafael Silva. Infelizmente, ele ficou envolvido na queda, a 300 metros da meta. Como me senti com forças, consegui esta vitória. Dedico-a à equipa e à minha mãe, que foi submetida a uma intervenção cirúrgica, nesta semana”, afirmou Daniel Mestre.

Raul Alarcón, que já bonificara três segundos durante a viagem, em metas volantes, somou mais seis segundos na meta e, assim, substituiu o colega de equipa Rafael Reis no topo da classificação geral. Daniel Mestre é o segundo, a 3 segundos, e Rafael Reis baixou para o terceiro posto, a 6 segundos.

“Podia ter vencido a etapa, mas tive de travar na última rotunda e o Daniel Mestre, que veio de trás, ganhou. Estou feliz por ter chegado à camisola amarela. Vamos ver se agora é de vez. Na corrida anterior [Grande Prémio do Dão] perdi-a no último dia. Vamos tentar que agora a história seja diferente”, disse Raul Alarcón.

A etapa, muito extensa, foi dividida em duas metades. O espanhol Pablo Guerrero (Rádio Popular-Boavista) saiu do pelotão ao quilómetro quatro, teve quase três minutos de vantagem, venceu três contagens de montanha, assegurando a camisola dos trepadores, e foi absorvido pelo grupo, ao quilómetro 110. A partir daí, sucederam-se os ataques, mas nenhum deu frutos e foi um grupo numeroso que abordou os metros finais.

A W52-FC Porto junta o comando coletivo ao individual, Daniel Mestre é o corredor com mais pontos, Hugo Sabido (Sporting-Tavira) é dono da camisola das metas volantes e Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros/Carglass) assumiu o primeiro posto na tabela da juventude.

A segunda etapa do Grande Prémio Jornal de Notícias vai levar a caravana desde a Câmara Municipal da Maia (12h15) até ao centro de Ovar (16h00), por um trajeto de 147,6 quilómetros, que será a melhor oportunidade para os sprinters de toda a competição, pois o terreno é maioritariamente plano, apenas com uma contagem de montanha de terceira categoria, a 62 quilómetros do final.

Classificações

1.ª Etapa: Viseu – Valongo, 187,5 km

1.º Daniel Mestre (Efapel), 4h51m39s (Média: 38,574 km/h)

2.º Raul Alarcón (W52-FC Porto), mt

3.º Bruno Sancho (Anicolor), mt

4.º Jesús Rubio (NASR Dubai), mt

5.º Carlos Jiménez (Rádio Popular-Boavista), mt

6.º Amaro Antunes (LA Alumínios-Antarte), mt

7.º Micael Isidoro (Louletano-Hospital de Loulé), mt

8.º David Ribeiro (Liberty Seguros/Carglass), mt

9.º Óscar González (Sporting-Tavira), mt

10.º Frederico Figueiredo (Rádio Popular-Boavista), mt

Geral Individual

1.º Raul Alarcón (W52-FC Porto), 4h57m10s

2.º Daniel Mestre (Efapel), a 3s

3.º Rafael Reis (W52-FC Porto), a 6s

4.º Hugo Sabido (Sporting-Tavira), a 13s

5.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), mt

6.º Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), mt

7.º José de Segóvia (Louletano-Hospital de Loulé), mt

8.º Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira), a 17s

9.º Óscar González (Sporting-Tavira), mt

10.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), a 19s

Fonte: FPC