sábado, 28 de maio de 2016

“Seleção Nacional/Liberty Seguros/ Taça das Nações de Juniores”

João Almeida em 13.º após jornada dupla

O português João Almeida é o 13.º classificado no Tour du Pays de Vaud, prova da Taça das Nações de Juniores que termina neste domingo, na Suíça, depois de disputadas, hoje, a segunda e a terceira etapas.

Durante a tirada matinal, 80,3 quilómetros, entre Ballaigues e Orbe, disputada sob chuva e frio, num terreno muito exigente, o corredor luso baixou para o 15.º da geral, depois de ser o 32.º na etapa. Durante o contrarrelógio vespertino de 12,1 quilómetros, em Orbe, João Almeida corrigiu o desempenho. Foi o 14.º no exercício individual esubiu para o 13.º posto, a 3m55s do novo líder da prova, o helvético Marc Hirschi.

A etapa da manhã deste sábado foi demolidora para o pelotão e a equipa portuguesa não foi exceção. Daniel Silva, Diogo Ferreira e João Batista chegaram fora de controlo.

A Seleção Nacional/Liberty Seguros parte para a quarta e última etapa da prova, na manhã deste domingo, com três corredores. Além de João Almeida, que está apenas a 20 segundos do top 10, o selecionador nacional, José Poeira, conta com Daniel Viegas, 81.º, a 17m29s, e com Fábio Silva, 99.º, a 28m19s, para cumprir os 105,7 quilómetros a percorrer entre Penthalaz e Vufflens-la-Ville.

Fonte: FPC

“Nibali salta para a liderança no penúltimo dia do Giro”

Foto: LIONEL BONAVENTURE / AFP

O ciclista italiano da Astana ultrapassou Esteban Chavez e deve ser amanhã coroado como vencedor da edição de 2016, golpe de teatro de Nibali na etapa deste sábado
O ciclista italiano Vicenzo Nibali (Astana) conquistou hoje a liderança da Volta a Itália, ao terminar a 20.ª e penúltima etapa da prova em sexto lugar, tirada ganha pelo estónio Rein Taaramae (Katusha).
Segundo da geral a 44 segundos de Esteban Chavez (Orica), Nibali atacou na última grande dificuldade da etapa e terminou a tirada com 1.35 minutos de vantagem para o colombiano, detendo agora 52 segundos de avanço, pelo que a última etapa, a ser cumprida no domingo e que vai ligar Cuneo a Torino, será uma mera formalidade.
Taaramae cumpriu os 134 quilómetros da tirada, que ligaram Gillestre a Sant´Anna di Vinadio, em 4:22.43 horas.
Fonte: SAPO Desporto c/ Lusa  

“Giro/Nibali 'resolve' Giro em dois dias de montanha”

Foto: epa04302659

O ciclista transalpino garantiu no penúltimo dia mais um triunfo na Volta a Itália, Nibali ganhou tempo à concorrência e saltou para o topo.
Vincenzo Nibali chegou à camisola rosa no penúltimo dia da Volta à Itália em bicicleta e é o vencedor antecipado da prova, com exibições de grande nível nos dois dias finais de alta montanha.
A exemplo do que aconteceu na véspera, o italiano chefe de fila da Astana não ganhou a tirada, foi sexto, mas ganhou muito tempo à concorrência, pelo que vai partir para a etapa de consagração de domingo com vantagem de 52 segundos sobre o colombiano Esteban Chaves (Orica-GreenEdge).
Em apenas dois dias de luta nos Alpes, Nibali transformou o que parecia ser uma derrota certa em triunfo sem contestação, repetindo assim o sucesso de 2013.
À partida para os 134 quilómetros entre Gillestre, em França, e Sant’Anna di Vinadio, Nibali ainda tinha um atraso de 44 segundos para Chaves e sabia que, para a vitória, tinha de ser agora ou nunca.
A etapa antevia-se desgastante, com a subida aos picos de Vars e La Bonette, ambos em território francês e acima dos 2.000 metros, e no topo fronteiriço da Lombarda, antes da pequena ascensão final para Sant’Anna di Vinadio, novamente em Itália.
Nibali, que esteve sempre no grupo dos primeiros da geral, esperou pela ‘sua hora’ e a cerca de 15 quilómetros da meta, na subida para La Lombarda, atacou muito forte, ‘cavando’ um fosso cada vez maior para Chaves e o espanhol Alejandro Valverde (Movistar), seus principais adversários.
Quando Nibali chegou à meta já lá estavam cinco ciclistas, os ‘sobreviventes’ da fuga do dia, com o estónio Rein Taaramae (Katusha) a ficar com o primeiro lugar do pódio do dia, com 4:22.43 horas.
Tinha também chegado o espanhol Mikel Nieve (Sky), que defendeu com êxito a sua posição de líder do Prémio da Montanha, pontuando em todas as subidas.
Também para ele a etapa de domingo, entre Cuneo e Turim, passa a ser uma mera formalidade.
O único português em prova, André Cardoso (Cannondale), voltou a estar em bom plano, concluindo a tirada em 18.º, a 10.29 de Taaramae, o que lhe permitiu nova subida na classificação, de dois lugares, para 14.º.
Aos 31 anos, consegue agora o melhor resultado de sempre da carreira, sendo também o segundo ciclista mais bem classificado da sua equipa, atrás do colombiano Rigoberto Uran (sétimo).
Fonte: SAPO Desporto c/ Lusa  

“Jóni Brandão em segundo na chegada a Penalva do Castelo”

EFAPEL em todas as frentes da corrida na primeira etapa

A primeira etapa do segundo Grande Prémio do Dão acabou com um grande espectáculo de ciclismo em que a EFAPEL voltou a estar em destaque. Na ligação entre Mangualde e Penalva do Castelo, Jóni Brandão foi um dos protagonistas ao cruzar a meta na segunda posição, a 41 segundos do vencedor, Raul Alarcon.

A corrida começou por ser animada por uma fuga numerosa que foi absorvida pelo pelotão comandado pela EFAPEL. Entretanto, o ciclista espanhol que acabaria por vencer já tinha partido em busca do triunfo e, sem colaboração atrás, Jóni Brandão aproveitou a última subida da etapa para se aproximar e chegar sozinho logo atrás do primeiro classificado.

“A corrida foi muito animada. Assumimos o controlo da mesma quando faltavam cerca de 30 a 40 quilómetros da chegada. Tínhamos entrado para a etapa com o objectivo de nos destacarmos e fizemo-lo”, disse o director desportivo da formação ovarense, Américo Silva.

Para o responsável da EFAPEL, as diferenças feitas no dia de hoje são significativas mas amanhã ainda há histórias para contar. Realizam-se duas etapas - uma em linha e um contra-relógio individual - e a equipa parte com Jóni Brandão na segunda posição da classificação geral individual, a 48 segundos líder. A competição começa com um percurso de 66 quilómetros que tem partida e chegada em Nelas. Mais tarde, o contra-relógio que encerra a prova é disputado nas ruas de Viseu.

 

Classificação na primeira etapa do 2º Grande Prémio do Dão

    Raul Alarcon            W52/FC Porto            4h16m48s

    Jóni Brandão            EFAPEL            a 41s

    Rafael Reis            W52/FC Porto            a 55s


16º    Daniel Mestre            EFAPEL            a 1m54s

45º    Rafael Silva            EFAPEL            a 10m44s

46º    Henrique Casimiro        EFAPEL            mt

48º    Nuno Almeida        EFAPEL            a 11m49s

82º    Hélder Ferreira        EFAPEL            a 29m56s

85º    António Barbio        EFAPEL            mt

 

Classificação geral individual após a primeira etapa do 2º Grande Prémio do Dão

    Raul Alarcon            W52/FC Porto            4h16m35s

    Jóni Brandão            EFAPEL            a 48s

    Rafael Reis            W52/FC Porto            a 1m04s


16º    Daniel Mestre            EFAPEL            a 2m07s

45º    Rafael Silva            EFAPEL            a 10m57s

46º    Henrique Casimiro        EFAPEL            mt

48º    Nuno Almeida        EFAPEL            a 12m01s

82º    Hélder Ferreira        EFAPEL            a 30m09s

85º    António Barbio        EFAPEL            mt

Fonte: Efapel

“Belga em estado grave após acidente com motas na Volta à Bélgica”

Por: Lusa

Foto: DR

Queda aparatosa envolveu 17 ciclistas

Um acidente na Volta à Bélgica, causado por duas motas da caravana, levou este sábado cinco ciclistas ao hospital, deixando o belga Stig Broeckx (Lotto-Soudal) em estado grave, no decorrer da terceira etapa.
Este é o segundo acidente grave no pelotão envolvendo veículos motorizados, depois de no início da época o também belga Antoine Demoitié ter morrido, após ter sido abalroado na clássica Gand-Wevelgem.
No incidente de hoje foram apanhados 17 ciclistas, cinco dos quais tiveram que ficar hospitalizados e 11 receberam assistência no local, segundo revelou a organização. O belga Broeckx, conduzido de helicóptero para o hospital alemão de Aachen, tem uma fratura do crânio e está em coma, de acordo com a imprensa belga, embora sem que a sua equipa o tenha confirmado.
Outros quatro ciclistas estão nos hospitais de Malmédy e Eupen, no caso o norueguês Kristoffer Skjerping, o sueco Fredrik Ludvigsson, o holandês Jesper Asselman e o belga Pieter Jacobs.
O acidente, que levou à anulação da etapa, aconteceu na descida do Monte Rigi, aos 65 quilómetros.

Fonte: Record on-line

“Grande Prémio do Dão”

Raul Alarcón vence isolado em Penalva do Castelo
O espanhol Raul Alarcón (W52-FC Porto) viu hoje premiada a veia atacante, vencendo isolado a primeira etapa do Grande Prémio do Dão, uma viagem de 163,3 quilómetros, entre Mangualde e Penalva do Castelo.
Raul Alarcón, que anda em fuga em quase todas as corridas em que participa – no recente Grande Prémio das Beiras e Serra da Estrela fê-lo todos os dias -, viu hoje compensado o espírito aventureiro. Integrou a escapada de 14 corredores que saiu cedo do pelotão, manteve-se no grupo mais adiantado quando este passou a ter apenas cinco corredores e, a cerca de 50 quilómetros do final, isolou-se para não mais ser alcançado.

O corredor espanhol cortou a mete ao fim de 4h16m48s de prova, deixando o segundo classificado, Joni Brandão (Efapel), a 41 segundos. Rafael Reis (W52-FC Porto) e César Fonte (Rádio Popular-Boavista) terminaram 55 segundos mais tarde.

Na geral, Raul Alarcón dispõe de 48 segundos de margem face a Joni Brandão, 1m04s para Rafael Reis e 1m08s sobre César Fonte. O grosso do pelotão já está a mais de dois minutos, pelo que a discussão do triunfo se adivinha entre os quatro mais bem colocados.

“Estou sempre a tentar e hoje finalmente foi possível levar a vitória até ao final. No Grande Prémio das Beiras e Serra da Estrela apanharam-me duas vezes no último quilómetro. Tenho uma boa vantagem e amanhã tentarei manter a camisola amarela até ao final. Vamos ver como corre a etapa da manhã, porque hoje fiz um esforço muito grande. Considero-me um rolador e irei defender-me no contrarrelógio”, disse Raul Alarcón.

Se o espanhol quer defender-se, o luso Joni Brandão promete atacar, o que faz adivinhar um domingo de excelente ciclismo. “O Raul Alarcón está muito bem. Entrou na última subida com dois minutos de vantagem. Até desde baixo, mas já não consegui alcançá-lo. A segunda etapa é dura, pelo que está tudo em aberto”, assegura o corredor da Efapel.

Este domingo terá uma jornada dupla de ciclismo no Dão. A segunda etapa arranca às 9h30 de Nelas, terminando na mesma localidade, cerca das 11h00, depois de percorridos 66 quilómetros, que incluem duas contagens de montanha, uma terceira categoria, ao quilómetro 29,7, em Silgueiros, e outra de segunda categoria, na Aguieira, ao quilómetro 42,1. Os últimos acertos nas contas estão marcados para o contrarrelógio individual de 10,1 quilómetros, que vai animar o centro histórico de Viseu a partir das 15h00.

Raul Alarcón parte para a segunda etapa vestido de amarelo, mas também é dono da camisola dos pontos. Pablo Guerrero (Rádio Popular-Boavista) é o melhor trepador, Ivo Oliveira (Liberty Seguros/Carglass) é o melhor jovem, Luís Mendonça (Sicasal/Constantinos/UDO) é o primeiro das equipas de clube. A W52-FC Porto, além de ter Alarcón e Rafael Reis em posição de baterem-se pela vitória individual, comanda por equipas.

Classificações

1.ª Etapa: Mangualde – Penalva do Castelo, 163,3 km

1.º Raul Alarcón (W52-FC Porto), 4h16m48s (Média: 38,154 km/h)

2.º Joni Brandão (Efapel), a 41s

3.º Rafael Reis (W52-FC Porto), a 55s

4.º César Fonte (Rádio Popular-Boavista), mt

5.º Luís Mendonça (Sicasal/Constantinos/UDO), a 1m54s

6.º Daniel Freitas (W52-FC Porto), mt

7.º Ivo Oliveira (Liberty Seguros/Carglass), mt

8.º Ángel Sánchez Rebollido (W52-FC Porto), mt

9.º José Rvuelta (Rías Baixas), mt

10.º Hugo Sabido (Sporting-Tavira), mt

Geral Individual

1.º Raul Alarcón (W52-FC Porto), 4h16m35s

2.º Joni Brandão (Efapel), a 48s

3.º Rafael Reis (W52-FC Porto), a 1m04s

4.º César Fonte (Rádio Popular-Boavista), a 1m08s

5.º Ángel Sánchez Rebollido (W52-FC Porto), a 2m05s

6.º Jacobo Ucha (Rádio Popular-Boavista), mt

7.º Hugo Sabido (Sporting-Tavira), a 2m06s

8.º Luís Mendonça (Sicasal/Constantinos/UDO), a 2m07s

9.º Daniel Freitas (W52-FC Porto), mt

10.º Ivo Oliveira (Liberty Seguros/Carglass), mt

Fonte: FPC

“VALE JUDEU PROMOVE PASSEIO DE BTT NO ÂMBITO DA FESTA DA CRIANÇA”

No âmbito das atividades agendadas para a Festa da Criança, em Vale Judeu, que se realiza este ano no dia 4 de junho, será realizado, pelas 9h30, um passeio de Bicicletas de Todo-o-Terreno (BTT) numa organização conjunta entre a Sociedade Recreativa e Cultural de Vale Judeu (SCRVJ) e a Escola EB1 /JI de Vale Judeu. 

O Passeio BTT “Trilhos das Colinas – Vale Judeu” constituído por três percursos, o de 10 km (Mini), 25 Km (Lazer) e 50 Km (Pró), tem como objetivo promover e incentivar a utilização da bicicleta enquanto meio de transporte alternativo, não poluente, saudável, e como instrumento lúdico-desportivo que permite o contacto direto com a natureza, tal como fomentar um espírito de entreajuda e de colaboração entre as instituições e os participantes.

A inscrição tem um custo de 5 Euros até aos 14 anos e de 10 Euros a partir dos 14 anos, incluindo T-shirt alusiva ao evento, seguro de acidentes pessoais, placa frontal, abastecimentos sólidos e líquidos, lanche no final do Passeio, apoio logístico com balneários, brindes de participação, primeiros socorros/ assistência médica e um “Menu BTT” na Festa da Criança. As receitas angariadas reverterão na sua totalidade para os alunos da Escola EB1/ JI de Vale Judeu.

As inscrições decorrerão até ao dia 1 de junho, tendo como máximo o limite de 250 participantes, além das lojas aderentes e locais aderentes as inscrições poderão ser efetuadas através do site: http://www.escoladevalejudeu.com.

No final da tarde deste mesmo dia, pelas 19h00, dar-se-á início a Festa da Criança, na Sociedade Recreativa e Cultural de Vale Judeu organizada pela associação de pais da escola. 
Esta iniciativa, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, da Guarda Nacional Republicana e Junta de Freguesia de São Sebastião.
Divulgação em parceria com www.anoticia.pt