sábado, 14 de maio de 2016

“Giro/Brambilla vence oitava etapa e é o novo camisola rosa”

Foto: EPA/LUCA ZENNARO

No domingo, a nona etapa será contrarrelógio de 40,5 quilómetros na zona de Chianti.
O ciclista italiano Gianluca Brambilla (Etixx-Quick Step) venceu hoje a oitava etapa da Volta à Itália e assumiu a liderança da prova, com uma curta vantagem sobre o russo Ilnur Zakarin (Katusha), seu principal perseguidor.
Num tirada disputada entre Foligno e Arezzo, Brambilla completou os 186 quilómetros com o tempo de 4:14.05 horas, mais 1.06 minutos que o seu compatriota Matteo Montaguti (Ag2r), que terminou no segundo posto.
Moreno Moser completou e confirmou um pódio totalmente italiano, tendo ficado a 1.27 do vencedor.
Na geral, Brambilla passou a vestir a camisola rosa do Giro e vai iniciar a nona etapa com 23 segundos de vantagem sobre Zakarin, segundo classificado, e 33 sobre o holandês Steven Kruijswijk (LottoNl-Jumbo), terceiro.
O português André Cardoso (Cannondale) terminou a etapa de hoje no 39.º lugar, a 2.51 minutos do vencedor, e passou a ocupar o 28.º posto da geral, a 4.30 de Brambilla.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“Tudo por decidir na chegada às Penhas da Saúde”

Equipa EFAPEL parte para a última etapa com ambição

Os quase 200 quilómetros da segunda etapa do 1º GP das Beiras e da Serra da Estrela foram superados como planeado pela EFAPEL e a formação liderada por Américo Silva chega ao derradeiro dia de competição na luta pela vitória desta competição. Filipe Cardoso foi sétimo e todos os corredores da estrutura ovarense cruzaram a meta com o mesmo tempo do vencedor, José Gonçalves.

Num dia em que a velocidade foi alta - as duas primeiras horas foram percorridas a uma média de quase 45 km/h - houve uma fuga que só vingou já perto dos 100 quilómetros. A partir daí, a equipa do camisola amarela controlou as operações e os corredores da EFAPEL mantiveram-se atentos para que a chegada acontecesse em grupo. Assim, tudo se decidirá amanhã.

“Está tudo em aberto para o último dia de competição. A corrida foi muito movimentada com imensos ataques até ao quilómetro 100. Para a nossa equipa correu tudo dentro da normalidade para discutir a corrida na derradeira etapa”, afirmou o director desportivo, Américo Silva.

O primeiro Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela termina amanhã com a etapa rainha da competição.A partida será na Guarda às 11h30 e o final está previsto para as 16h00 nas Penhas da Saúde. No total, os corredores vão pedalar a distância de 194,1 quilómetros, com passagem pelo alto da Torre.

 
Classificação da primeira etapa

    José Gonçalves        Caja Rural                4h53m36s

    Redi Halilaj            Amore & Vita                mt

    Luca Wackermann        Nasr Dubai                mt


    Filipe Cardoso        EFAPEL                mt

51º    Jóni Brandão            EFAPEL                mt

60º    Henrique Casimiro        EFAPEL                mt

100º    Daniel Mestre            EFAPEL                mt

101º    Rafael Silva            EFAPEL                mt

102º    Nuno Almeida        EFAPEL                mt

103º    Álvaro Trueba        EFAPEL                mt

NT    António Barbio        EFAPEL                NT

 

Classificação geral individual após a primeira etapa

    Luca Wackermann        Nasr Dubai                8h21m09s

    Eduard Prades        Caja Rural                a 2s

    Ángel Madrazo        Caja Rural                a 3s


    Jóni Brandão            EFAPEL                a 10s

    Henrique Casimiro        EFAPEL                a 11s

43º    Nuno Almeida        EFAPEL                a 12s

44º    Álvaro Trueba        EFAPEL                mt

53º    Daniel Mestre            EFAPEL                a 2m36s

66º    Filipe Cardoso        EFAPEL                a 17m06s

81º    Rafael Silva            EFAPEL                mt

Fonte: Efapel

“GP Internacional Beiras e Serra da Estrela”

Rui Oliveira, quarto na etapa, é o melhor jovem da competição

Rui Oliveira (Seleção Nacional/Liberty Seguros) subiu hoje à liderança da classificação da juventude no GP Internacional Beiras e Serra da Estrela, na sequência da quarta etapa, 198,6 quilómetros entre o Sabugal e o Fundão, que concluiu na quarta posição.

O jovem gaiense bonificou dois segundos na primeira meta volante do dia, o que lhe permitiu chegar ao primeiro lugar na classificação dos mais novos. Rui Oliveira tentou ainda ganhar a etapa, batendo-se com os melhores do dia e terminando na quarta posição numa tirada ganha por José Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA).

“Tive o apoio de todos os meus colegas, mesmo dos profissionais, mantendo-me bem colocado ao longo de toda a etapa. Foi fenomenal o que fizeram por mim e este resultado deve-se, em grande parte, a eles”, afirmou Rui Oliveira.

O selecionador nacional, José Poeira, também se revelou satisfeito com o desempenho da equipa. “Hoje conseguimos aquilo que já queríamos ter alcançado ontem, a camisola da juventude. Estivemos bem e destaco o desempenho do Rui Oliveira, pois o quarto lugar aqui, entre os profissionais, numa corrida 2.1, é um desempenho muito bom”, frisou Poeira.

Manter a camisola da juventude é o desafio de Rui Oliveira para a terceira e última etapa do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela, que se disputa, neste domingo, entre a Guarda e as Penhas da Saúde, ao longo de 194 quilómetros. “É a primeira vez que subo a serra da Estrela em competição, mas vou dar tudo para segurar esta camisola. O meu principal adversário é o campeão colombiano de sub-23 [Roller Diagama]. Vou estar atento a ele, porque é um bom trepador”, afirmou o corredor português.

Além do bom desempenho individual de Rui Oliveira e do trabalho coletivo para ajudar o jovem a posicionar-se, a jornada de hoje assistiu a mais uma boa prestação de Edgar Pinto, que foi o oitavo na etapa.

Na geral, agora liderada pelo italiano Luca Wackermann (ANSR Dubai), Rui Oliveira é o sétimo classificado, a 10 segundos.

Classificações

2.ª Etapa: Sabugal - Fundão, 198,6 km

1.º José Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA), 4h53m36s (Média: 40,586 km/h)

2.º Redi Halilaj (Amore & Vita-Selle SMP), mt

3.º Luca Wackermann (NASR Dubai), mt

4.º Rui Oliveira (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

5.º Sergei Shilov (Lokosphinx), mt

8.º Edgar Pinto (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

37.º Venceslau Fernandes (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

38.º João Fernandes (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

41.º José Mendes (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

54.º Tiago Ferreira (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

57.º Sérgio Sousa (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

75.º Victor Valinho (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

Geral Individual

1.º Luca Wackermann (ANSR Dubai), 8h21m09s

2.º Eduard Prades (Caja Rural-Seguros RGA), mt

3.º Ángel Madrazo (Caja Rural-Seguros RGA), a 3s

4.º Redi Halilaj (Amore & Vita-Selle SMP), a 6s

5.º Rui Sousa (Rádio Popular-Boavista), mt

7.º Rui Oliveira (Seleção Nacional/Liberty Seguros), a 10s

11.º Edgar Pinto (Seleção Nacional/Liberty Seguros), a 12s

59.º Tiago Ferreira (Seleção Nacional/Liberty Seguros), a 9m02s

72.º José Mendes (Seleção Nacional/Liberty Seguros), a 17m06s

73.º Venceslau Fernandes (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

74.º Sérgio Sousa (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

77.º Victor Valinho (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

90.º João Fernandes (Seleção Nacional/Liberty Seguros), a 17m47s

Fonte: FPC

“GP Internacional Beiras e Serra da Estrela/2ª etapa”

José Gonçalves impõe-se no Fundão

O português José Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA) impôs-se hoje na segunda etapa do Grande Prémio Beiras e Serra da Estrela, uma ligação de 198,6 quilómetros, entre o Sabugal e o Fundão, que levou o italiano Luca Wackermann (NASR Dubai) à camisola amarela.

A prova terminou numa subida em empedrado com estrada larga, onde os sprinters mais puros não tiveram hipótese perante a força do possante José Gonçalves, que triunfou diante do albanês Redi Halilaj (Amore & Vita-Selle SMP) e do italiano Luca Wackermann.

“Espero que esta série vitoriosa não pare. Hoje a equipa fez um grande trabalho, já na última metade da corrida, porque não nos interessava controlar desde o início, pois tínhamos de nos poupar para amanhã”, afirmou José Gonçalves antes de subir ao pódio.

A corrida esteve interrompida, devido à caravana ter seguido por um percurso errado, a cerca de 15 quilómetros do final. Devido a esse incidente, o colégio de comissários decidiu atribuir o mesmo tempo a todo o pelotão, mas manteve todas as bonificações previstas, tanto nas metas volantes como na chegada.

Foi graças às bonificações que Luca Wackermann chegou ao primeiro lugar da geral, dispondo de uma vantagem de 2 segundos sobre o anterior comandante, Eduard Prades (Caja Rural-Seguros RGA) e 3 segundos sobre Ángel Madrazo (Caja Rural-Seguros RGA).

“Amanhã espero ganhar a etapa ou, pelo menos, manter a camisola amarela. Vou lutar por esse objetivo. A equipa Caja Rural é o bloco mais forte do pelotão, mas só cederei a camisola de líder se houver homens, realmente, mais fortes do que eu”, disse um confiante Luca Wackermann.

Foram também as bonificações que permitiram ao português Rui Oliveira (Seleção Nacional/Liberty Seguros) ascender ao comando da classificação da juventude, dado que conseguiu amealhar 2 segundos na primeira meta volante do dia.

Rui Vinhas (W52-FC Porto) segurou a camisola da montanha e a Lokosphinx mantém-se como a melhor equipa. Ángel Madrazo roubou a camisola das metas volantes ao azarado Raul Alarcón (W52-FC Porto), que, à semelhança do que sucedeu na véspera, atacou na fase final e apenas foi alcançado perto da chegada, nas últimas centenas de metros.

Esta etapa iniciou-se com um ritmo alucinante. A média foi de 44,5 km/h nas duas primeiras horas de competição, motivo pelo qual só se deu a primeira fuga digna desse nome depois de percorridos 100 quilómetros.

O português Rui Sousa (Rádio Popular-Boavista) e a dupla de corredores da Amore & Vita-Selle SMP Pierpaolo Ficara e Marco Zamparella foram os escapados do dia. Chegaram a ter 3m30s de vantagem, mas não resistiram à perseguição movida pela Caja Rural-Seguros RGA no pelotão, tendo a iniciativa acabado a cerca de 20 quilómetros da chegada.

A primeira edição do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela termina neste domingo, dia escolhido para a etapa rainha, que vai ligar a Guarda (11h30) às Penhas da Saúde (16h0), através de um traçado de 194,1 quilómetros, que inclui uma passagem pelo alto da Torre. A meta coincide com um prémio de montanha de primeira categoria.

 

Classificações

2.ª Etapa: Sabugal - Fundão, 198,6 km

1.º José Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA), 4h53m36s (Média: 40,586 km/h)

2.º Redi Halilaj (Amore & Vita-Selle SMP), mt

3.º Luca Wackermann (NASR Dubai), mt

4.º Rui Oliveira (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt

5.º Sergei Shilov (Lokosphinx), mt

6.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), mt

7.º Filipe Cardoso (Efapel),mt

8.º Edgar Pinto (Seleção Nacional/Liberty Seguros),mt

9.º Diego Milán (Inteja-MMR Dominican Cycling Team), mt

10.º Karol Domagalski (One Pro Cycling), mt

 

Geral Individual

1.º Luca Wackermann (ANSR Dubai), 8h21m09s

2.º Eduard Prades (Caja Rural-Seguros RGA), mt

3.º Ángel Madrazo (Caja Rural-Seguros RGA), a 3s

4.º Redi Halilaj (Amore & Vita-Selle SMP), a 6s

5.º Rui Sousa (Rádio Popular-Boavista), mt

6.º Sergei Shilov (Lokosphinx), a 8s

7.º Rui Oliveira (Seleção Nacional/Liberty Seguros), a 10s

8.º Joni Brandão (Efapel), mt

9.º Henrique Casimiro (Efapel), a 11s

10.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), 12s

Fonte: FPC

“Atualização do Canal NP-TV com o “Vídeo do 3º Passeio de Santa Clara.2016

A Revista Notícias do Pedal acaba de atualizar o seu canal de televisão “Notícias do Pedal-TV” no YouTube e no MEO/KANAL com o “Vídeo do 3º Passeio de Santa Clara.2016


Para ver o vídeo no MEO/KANAL, quem possuir MEO, pode aceder carregando na tecla verde do comando, inserir o código 531450, e ver no MEO/KANAL este e outros filmes, podendo consultar toda a programação. Podem ver ainda através do seguinte link: https://kanal.pt/lista-canais/comunicao-social/lisboa/vila-franca-de-xira/?display=grid&order=updated 

Desejamos que passem e recordem bons momentos.