sábado, 7 de maio de 2016

“Volta ao Azerbaijão: Rinaldo Nocentini sobe ao terceiro lugar”

Por: Lusa
Foto: Filipe Farinha 
O italiano Rinaldo Nocentini, ciclista do Sporting-Tavira, subiu este sábado ao terceiro lugar da Volta ao Azerbaijão, ao fechar o pódio na quarta etapa, vencida pelo compatriota Luca Wackermann (NASR-DUBAI), que se impôs na subida final.
Wackerman, que concluiu os 115,3 quilómetros da tirada realizada entre Gabala e Pirqulu em 2:54.35 horas (média de 39,626 km/h), foi o mais forte numa luta a três com o cazaque Nikita Stalnov (Astana City), segundo classificado, e com Nocentini.
O italiano foi o ciclista mais bem posicionado do Sporting na quarta etapa, mas o melhor representante português foi Bruno Pires, do Team Roth, que terminou no 10.º lugar e subiu do 11.º ao sétimo posto da classificação geral.
Nocentini deu um salto ainda mais significativo, subindo de 16.º para terceiro da geral individual, com o mesmo tempo de Stalnov, ambos a dois segundos do austríaco Markus Eibegger (Team Felbermayr), que hoje foi quatro colocado, a três segundos do trio da frente, e subiu do quinto lugar para a liderança da prova.
A quinta etapa da Volta ao Azerbaijão realiza-se no domingo, na capital Baku, na extensão de 158 quilómetros.
Fonte: Record on-line

“Sérgio Sousa sobe à liderança da Fléche du Sud”

Português venceu a quarta etapa da prova luxemburguesa
Por: Ana Paula Marques

Foto: D.R.
Sérgio Sousa, da equipa austríaca Vorarlberg, ascendeu este sábado à liderança da Fléche du Sud, no Luxemburgo, depois de ter ganho, isolado, a quarta etapa. O ciclista cortou a meta com 29 segundos de vantagem para o belga Serge Dewortelaer, da Differdanse.

O português, que até 2015 correu no pelotão nacional, parte para a última etapa, domingo, com 14 segundos de vantagem para o alemão Raphael Freienstein, da Kuota-Lotto.

Já Fábio Silvestre, da Leopard, é 78º da classificação geral, a 21 minutos do compatriota.

Fonte: Record on-line

“Giro/Volta a Itália: Kittel vence segunda etapa e Dumoulin continua a liderar”

André Cardoso sofreu queda a 20 quilómetros da meta
Por: Lusa
Foto: EPA
O alemão Marcel Kittel (Etixx-QuickStep) venceu este sábado, ao sprint, a segunda etapa da Volta a Itália, enquanto o holandês Tom Dumoulin (Giant-Alpecin), vencedor do contrarrelógio de abertura, manteve a liderança.
Ainda por terras holandesas, numa ligação e 190 quilómetros entre Arnhem e Nijmegen, o pelotão abordou a meta compacto e Kittel foi o mais forte dos sprinters, somando a oitava vitória da temporada, ao bater o francês Arnaud Demare (FDJeux.com) e o italiano Sacha Modolo (Lampre-Merida), segundo e terceiro, respetivamente.
O português André Cardoso (Cannondale), vítima de uma queda sem consequências graves a pouco mais de 20 quilómetros da chegada, chegou no 52.º posto, com o mesmo tempo do vencedor, 4:38.31 horas.
No domingo, a terceira etapa inverte o sentido da de hoje, ligando Nijmegen a Arnhem, ao longo de 190 quilómetros praticamente planos, antes de se cumprir o primeiro dia de descanso na segunda-feira, no qual a caravana será desloacada para Itália.

Fonte: Record on-line

“Contador vai continuar no pelotão internacional”

O cotado ciclista espanhol de 33 anos tinha admitido avançar para o fim da carreira.

Foto: QUIQUE GARCIA / EPA
Alberto Contador confirmou que deverá manter-se no pelotão internacional por mais alguns anos, mas não necessariamente na Tinkoff, pois recebeu “várias ofertas” de outras equipas, revelou o ciclista espanhol ao site cyclingnews.
“Recebi várias ofertas para o próximo ano, mas não posso dizer por parte de que equipas. Ainda há a possibilidade de constituir a minha própria equipa. A única certeza que tenho é que terá de ser uma equipa que tenha condições para ganhar a Volta a França”, disse Contador, de 33 anos.
O espanhol, vencedor do Tour em 2007 e 2009, tinha dito que acabaria a carreira em 2016, depois de ter prolongado o contrato com a Tinkoff no ano passado, mas agora reviu a sua posição e pretende continuar a competir, possivelmente, por mais do que uma temporada.
“Estou consciente que se alguma equipa tomar grandes decisões como a de me contratar dificilmente o fará por apenas um ano”, observou Contador, que venceu por duas vezes a Volta a Itália (2008 e 2015) e três a Volta a Espanha (2008, 2012 e 2014).
Fonte: SAPO Desporto c/ Lusa

“Seleção Nacional/Liberty Seguros/ Paraciclismo”

Luís Costa segundo no contrarrelógio da Taça do Mundo
O português Luís Costa foi hoje o segundo classificado na prova de contrarrelógio para a classe H5 da Taça do Mundo de Paraciclismo, realizada em Pietermaritzburg, na África do Sul.
O paraciclista luso foi o único não sul-africano que enfrentou os 18,45 quilómetros do exercício individual na classe H5, sendo batido pelo campeoníssimo Ernst van Zyl, deixando os outros dois participantes, Andries Scheepers e Simon Makgobela, nas posições imediatas.
O vencedor completou a prova em 29m16s. Luís Costa gastou mais 1m34s. Andries Scheepers fechou o pódio a 3m47s do compatriota e vencedor.
Luís Costa volta à estrada neste domingo. Vai competir na prova de fundo, que terá 49,2 quilómetros e começa às 8h45 portuguesas.
Fonte: FPC

“Seleção Nacional/Liberty Seguros/Btt”

João Rocha 11.º no Campeonato da Europa de XCO

João Rocha conseguiu o melhor resultado do dia da Seleção Nacional/Liberty Seguros no Campeonato da Europa de Cross Country Olímpico (XCO), em Huksvarna, Suécia, terminando a prova de juniores na 11.ª posição.

O corredor luso fez uma prova em crescendo, conquistando posições, volta após volta, para terminar no 11.º posto, melhorando muito relativamente ao 26.º lugar de 2015.

A corrida foi dominada pelo francês Thomas Bonnet, que descartou toda a concorrência e pedalou para uma folgada vitória em solitário. Seguiu-se o helvético Vital Albin, a 38 segundos. O terceiro foi o francês Axel Zingle, a 1m32s. João Rocha gastou mais 3m57s do que o campeão da Europa.

“O João teve uma má partida. Perdeu muitas posições no arranque, mas, a partir daí, teve um bom desempenho, recuperando posições e melhorando bastante face ao registo que conseguira no ano passado”, avalia o selecionador nacional, Pedro Vigário.

Joana Monteiro participou na corrida de sub-23, sendo dobrada e eliminada a duas voltas do final. Esta prova foi ganha pela suíça Sina Frei.

A Seleção Nacional/Liberty Seguros volta a competir amanhã, no encerramento do Campeonato da Europa. Às 8h30 entram em pista os sub-23 Gonçalo Amado e José Dias. David Rosa e Mário Costa disputam a prova de elite a partir das 14h00.   

“O que pretendemos é melhorar as marcas do ano passado, mas estamos em ano olímpico e toda a concorrência está a andar muito. Vamos lutar com as nossas armas numa das pistas mais interessantes do circuito internacional, que conjuga a exigência física com as dificuldades técnicas”, afirma Pedro Vigário.

Fonte: FPC

“Português escapou de violenta queda apenas com arranhões”

Por: Fábio Lima
Christiano Batista Mendes perdeu os sentidos após embater no solo.
Tudo não terá passado de um enorme susto. Afinal, e ao contrário das más notícias que chegavam do Luxemburgo, o português Christiano Batista Mendes, da equipa Tooltime Preizerdaul, estará consciente e apenas com alguns arranhões, tendo até já recebido alta no hospital de Ettelbruck, isto na sequência da violenta queda sofrida esta sexta-feira na Fléche du Sud.
Inicialmente os relatos vindos do Luxemburgo apontavam o português da modesta equipa local como estando em estado grave, mas o certo é que Christiano Mendes terá apenas perdido os sentidos pouco depois da queda, situação que fez soar o alarme. Contudo, tudo não passou mesmo de um grande susto.
Aliás, diga-se que Fábio Silvestre, da Leopard, que também está na Fléche du Sud, utilizou a sua conta de Facebook para tranquilizar todos os que o seguem quanto ao estado de saúde do compatriota. "Boa noite... Ao que soube, o Christiano já se encontra melhor. Tudo não passou de um valente susto...", admitiu.
Fonte: Record on-line

“Queda grave obriga ao cancelamento da terceira etapa”

Incidente afetou mais de três dezenas de ciclistas.

Foto: SAPO Desporto
A terceira etapa da Flèche du Sud foi ontem anulada devido a uma queda grave na prova luxemburguesa que afetou mais de três dezenas de ciclistas, logo nos quilómetros iniciais da ligação entre Redange e Warken.
De acordo com o site luxemburguês RTL, o acidente aconteceu nos quilómetros iniciais, quando o pelotão estava a descer, e envolveu 35 ciclistas, dos quais 14 ficaram feridos, seis deles com gravidade.
“Tínhamos cumprido cerca de 12 quilómetros e rolávamos a 60/70km/h numa estrada secundária, não muito larga, e numa curva mais apertada um ciclista perdeu o controlo da bicicleta e provocou a queda. Os restantes ciclistas que vinham atrás não tiveram hipótese de evitá-lo e a estrada ficou completamente bloqueada”, explicou à Agência Lusa Sérgio Sousa.
O português da equipa austríaca Vorarlberg detalhou que as duas ambulâncias da corrida não foram suficientes para ajudar todos os feridos e que a organização teve de chamar “mais umas quantas” dos hospitais mais próximos e um helicóptero.
“Esgotaram-se todas as ambulâncias existentes e não havia mais ambulâncias disponíveis para prosseguir com os restantes ciclistas na corrida, obrigando os comissários a cancelarem a etapa”, completou Sérgio Sousa.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“Giro/Tom Dumoulin é o primeiro camisola rosa”

Foto: Lusa
O ciclista holandês venceu o contrarrelógio inaugural que teve lugar em Apeldoorn, Tom Dumoulin é o primeiro camisola rosa
O ciclista holandês Tom Dumoulin (Giant-Alpecin) é o primeiro camisola rosa da 99.ª Volta a Itália, depois de vencer hoje o contrarrelógio inaugural em Apeldoorn (Holanda).
O homem da casa, que cumpriu os 9,8 quilómetros em Apeldoorn em 11.03 minutos, bateu por centésimos de segundo o esloveno Primoz Roglic (Lotto NL-Jumbo), segundo com o mesmo tempo.
O costarriquenho Andrey Amador (Movistar) foi terceiro a seis, com o português André Cardoso (Cannondale) a ser 185.º, a 01.26 minutos.
Dumoulin vai partir para a segunda etapa, uma ligação de 190 quilómetros entre Arnhem e Nijmegen, com a camisola rosa de líder.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa  

“Grande Passeio de Cicloturismo do CCL/Bodas de Diamante”

Dia 26 de junho de 2016
Texto: José Morais
Cartaz: CCL
O Clube de Campismo de Lisboa-CCL leva para a estrada no próximo dia 26 de junho mais um grande passeio de bicicleta, este com a celebração da Bodas de Diamante do Clube.
A organização promete para este ano um passeio diferente, cheio de muitas novidades, e um grande convívio final, sendo oferecido a todos os inscritos um grande almoço.
A concentração está marca para as 8 horas no Parque de Campismo da CCL-Costa da Caparica, junto á Orbitur, com a partida marcada para as 9 horas, para um percurso de 60 quilómetros.
Para mais informações e inscrições pelo telefone: 212 900 100 ou 912 137 572, ainda pelo Fax: 212 902 848, ou utilizando o e-mail: geninhoriu@gmail.com
Marque já na sua agenda, e venha participar neste grande passeio, que muito promete em 2016.
Notícias do Pedal com reportagem completa
 
 

“Atualização do Canal NP-TV com o “Vídeo da "14ª Bênção Nacional dos Ciclistas Fátima.2016”

A Revista Notícias do Pedal acaba de atualizar o seu canal de televisão “Notícias do Pedal-TV” no YouTube e no MEO/KANAL com o “Vídeo da “14ª Bênção Nacional dos Ciclistas Fátima.2016”


Para ver o vídeo no MEO/KANAL, quem possuir MEO, pode aceder carregando na tecla verde do comando, inserir o código 531450, e ver no MEO/KANAL este e outros filmes, podendo consultar toda a programação. Podem ver ainda através do seguinte link: https://kanal.pt/lista-canais/comunicao-social/lisboa/vila-franca-de-xira/?display=grid&order=updated 

Desejamos que passem e recordem bons momentos.