sexta-feira, 22 de abril de 2016

“Mikel Landa vence Giro de Trentino, Edgar Pinto acaba no 'top 20'”

Foto: LUK BENIES

Edgar Pinto terminou no ‘top 20’, mais concretamente no 19.º lugar, a 06.28 minutos.
O ciclista espanhol Mikel Landa (Sky) conquistou hoje o Giro de Trentino, ao segurar a liderança por apenas dois segundos no final da quarta etapa, com o português Edgar Pinto (Skydive Dubai) a terminar no ‘top 20’ da geral.
Mikel Landa sobreviveu aos sucessivos ataques da Astana e do segundo classificado, o estónio Tanel Kangert, para segurar a camisola roxa e assim conquistar a prova italiana, depois de ser terceiro classificado na quarta e última etapa, uma ligação de Malè e Cles, na distância de 160,9 quilómetros.
O espanhol beneficiou o trabalho da Sky, que anulou todos os ataques e soube defender o seu líder na subida a Forcella di Brez, situada a menos de 35 quilómetros da meta, e cortou a linha com as mesmas 4:07.29 horas do vencedor, o seu ‘vice’ Kangert.
Numa tirada com 55 desistentes, devido ao forte ritmo imposto por Astana e Sky desde os primeiros quilómetros, Edgar Pinto foi 28.º, a 04.09 minutos, com José Mendes (Bora-Argon 18) a ser 71.º, a 13.54.
Apesar do primeiro lugar na etapa, que lhe permitiu encurtar a diferença em seis segundos, Kangert teve de contentar-se com a segunda posição da geral, a apenas dois segundos do terceiro classificado do Giro2015 e um dos grandes favoritos da edição deste ano.
Jakob Fuglsang, também da Astana, completou o pódio, ao ficar a 14 segundos de Landa.
Edgar Pinto terminou no ‘top 20’, mais concretamente no 19.º lugar, a 06.28 minutos. Mendes foi 79.º, a 41.10 minutos do vencedor.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“André Cardoso é o único português nos inscritos para o Giro'2016”

Por: Fábio Lima

Foto: Filipe Farinha
Ciclista luso vai ser uma das armas da Cannondale
A edição de 2016 do Giro deverá contar apenas com um português. Trata-se de André Cardoso, que surge esta quinta-feira na lista de inscritos provisória anunciada pela organização da primeira Grande Volta do ano, um elenco que naturalmente ficará pendente de alguma troca de última hora, em face de lesões.

O português, de 31 anos, será uma das armas da Cannondale, que chegará a Itália com Rigoberto Urán como chefe de fila, isto numa prova na qual estarão presentes nomes sonantes como Vincenzo Nibali (Astana), Mikel Landa (Team Sky), Rafal Majka (Tinkoff), Alejandro Valverde (Movistar), Tom Dumoulin (Giant-Alpecin), Fabian Cancellara (Trek-Segafredo), Philippe Gilbert (BMC) ou Andre Greipel (Lotto-Soudal).

Recorde-se que o Giro'2016 arranca a 6 de maio, na cidade holandesa de Apeldoorn, terminando três semanas depois, em Turim, com o vencedor da edição do ano passado, o espanhol Alberto Contador, ausente.

Fonte: Record on-line