segunda-feira, 18 de abril de 2016

“Crónica de um risco anunciado” CPA já tinha alertado UCI sobre travões de disco”

Foto: EPA/Grzegorz Momot

A UCI suspendeu o uso de travões de disco no pelotão, na sequência do incidente com Francisco Ventoso.
A Associação de Ciclistas Profissionais (CPA) lamentou hoje que a União Ciclista Internacional (UCI) não tenha tido em atenção as suas advertências quanto aos perigos dos travões de disco, antes da lesão de Francisco Ventoso (Movistar) na Paris-Roubaix.
Num comunicado, intitulado “Crónica de um risco anunciado”, a ACP explica que em 2015 alertou a entidade que tutela o ciclismo mundial sobre a preocupação dos corredores relativamente aos travões de disco, uma inovação que foi suspensa pela UCI depois de o ciclista espanhol ter sofrido um corte profundo na perna durante a ‘clássica’ Paris-Roubaix.
“Em janeiro de 2016, a CPA enviou uma carta à UCI, na qual advertia para os riscos à segurança dos corredores provocados pela utilização deste sistema e fazia constar que não a tinha consultado sobre a decisão de fazer testes”, revela, indicando que a federação internacional se limitou a anotar a sua posição.
A associação frisa que não se opõe a inovações tecnológicas, mas que a segurança dos ciclistas e o direito destes expressarem a sua opinião serão sempre prioritárias.
“Desde a CPA, lamentamos que as nossas advertências só tenham sido escutadas depois de um acidente, mas estamos à disposição de trabalhar com todas as partes integrantes do ciclismo profissional”, conclui a nota.
A UCI suspendeu o uso de travões de disco no pelotão, na sequência do incidente com Francisco Ventoso, que foi submetido a uma cirurgia depois de sofrer um corte profundo na perna ao tocar num disco.
SAPO Desporto c/Lusa

“Associação de Ciclistas Profissionais pede sanções exemplares para 'doping' mecânico”

Foto: LUÍS FORRA / LUSA

A federação internacional reagiu hoje ao site especializado Cyclingnews, dizendo que a UCI faz testes contra a fraude tecnológica há vários anos.
A Associação de Ciclistas Profissionais (CPA) exigiu hoje à União Ciclista Internacional (UCI) sanções exemplares para os casos de ‘doping’ mecânico, na sequência de uma reportagem sobre motores em bicicletas difundida pela France TV.
"A CPA exige à UCI que imponha sanções exemplares e severas, tais como a irradiação, aos corredores que tenham cometido infrações, porque estas lançam suspeitas injustas sobre a honestidade da maioridade dos ciclistas”, defende em comunicado a associação que representa os ciclistas internacionalmente.
No domingo, a France TV difundiu uma reportagem, feita em parceria com o jornal italiano Corriere della Sera, que demonstrou que na última edição das corridas italianas Strade Bianche e Coppi&Bartali sete ciclistas terão usado motores nas bicicletas.
A associação de corredores, presidida por Gianni Bugno, mostrou-se pronta para cooperar com a UCI para melhorar os controlos e encontrar “aqueles que cometem crimes vergonhosos e antidesportivos”.
Na reportagem, uma câmara térmica detetou fontes de calor, que indiciam a presença de motores. Cinco deles estariam escondidos no tubo do assento, com outros dois situados junto ao eixo.
A federação internacional reagiu hoje ao site especializado Cyclingnews, dizendo que a UCI faz testes contra a fraude tecnológica há vários anos e que no último ano experimentou novos métodos de deteção.
“Testámos imagens térmicas, raios X ou testes por ultrassons, mas os testes de ressonância magnética são, de longe, o método mais eficaz, fiável e preciso. Testámos as bicicletas em várias provas este ano (por exemplo, 216 na Volta a Flandres e 224 no Paris-Roubaix) e continuaremos a fazê-lo em todas as disciplinas, ao longo do ano”, sublinhou a UCI.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa  

“Amstel Gold Race: Rui Costa falha sprint no triunfo de Gasparotto”

Foto: D.R. Record

O sprinter, de 34 anos, destacou-se do pelotão compacto a 3 km da meta

O italiano Enrico Gasparotto, da continental Wanty-Groupe Gobert, conquistou ontem pela 2ª vez na carreira a clássica holandesa Amstel Gold Race, disputada entre Maastricht e Valkenburg (251 km). O sprinter, de 34 anos, destacou-se do pelotão compacto a 3 km da meta, para bater sobre a linha de chegada o dinamarquês Michael Valgren.

Os portugueses estiveram discretos, mas Rui Costa (Lampre), 4º em 2015, foi 17º lugar (a 4 s), integrado no pelotão , enquanto o seu irmão Mário acabou em 64º (a 4.33) e Tiago Machado (Katusha) em 85º (m.t.).

O ex-campeão mundial teve dificuldade em se posicionar. "Na reta da meta estava com vontade de sprintar e inclinei-me para o lado direito. Infelizmente, quando os homens da frente abriram, já só faltavam 50 metros para a meta e não deu para fazer melhor", explicou Rui Costa, nas redes sociais.

O polaco Michal Kwiatkowski (Sky), vencedor em 2015, o italiano Fabio Aru (Astana) e o espanhol Joaquín Rodríguez (Katusha) abandonaram.

Fonte: Record on-line

“TRIATLO de AMORA (Seixal)” 7 Pódios para os Torrejanos”

Depois dos Duatlos, o CAMPEONATO NACIONAL DE TRIATLO JOVEM 2016, teve a sua 1ªetapa de triatlo (natação, ciclismo e corrida) no passado sábado, dia 16/Abril na margem ao sul do Tejo, com a realização do IV Triatlo da Amora, no concelho do Seixal, disputado por perto de 300 atletas que mais uma vez fizeram valer os seus esforços pela dedicação aos clubes e espírito competitivo.

A Escola de Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas esteve presente com os seus mais jovens atletas dos escalões de Benjamins a Juvenis, mas também com os seus atletas Cadetes que participaram numa prova de observação para o Campeonato da Europa de Triatlo no escalão Youth (Cadetes e Juvenis 2ºano), realizada em simultâneo com a prova de Juvenis do Campeonato Nacional de Triatlo Jovem.

Com a chuva a dar tréguas durante a realização das várias provas, mas com a água do Tejo ainda um pouco fria para esta altura do ano, os mais jovens atletas lançaram-se ao rio cerca das 11h00, e o Benjamim torrejano FRANCISCO CARVALHO foi o 1ºatleta a concluir os 50m de natação, posição que sempre manteve, tanto no segmento de ciclismo de 1km, como no segmento de corrida de 400m, vencendo a prova, na qual também participaram David Sá Marques que foi 7ºclassificado, e Rodrigo Viegas que chegou na 14ºposição.

Em Infantis, JOÃO NUNO BATISTA, teve de se aplicar mais que o seu colega de equipa Francisco Carvalho, mas ao recuperar bastante no segmento de ciclismo, conseguiu na corrida levar a melhor sobre os seus diretos adversários, e também cortar a meta em 1ºlugar. Neste escalão, e a provar o excelente trabalho desenvolvido pelo treinador MARCO SOUSA, mais uma vez terminaram 2 torrejanos no top 10, Pedro Afonso Silva no 5ºlugar e Martim Salvador no 7º, e Vasco Santos ficou muito perto deste top 10, na 12ªposição. Afonso Mourão foi 30ºclassificado entre 51 atletas que concluíram esta prova.

Na prova de Iniciados, estiveram presentes apenas 2 atletas torrejanos, Duarte Santos com algumas dificuldades na adaptação à temperatura da água, não deixou de concluir a sua prova numa boa 5ªposição, e o seu colega de equipa João Graça também realizou uma boa prova, chegando no 8ºlugar.

Seguiu-se a prova de Juvenis realizada em simultâneo com a prova de observação para o Campeonato da Europa de Triatlo na categoria de Youth. Uma prova muito competitiva com JOSÉ PEDRO VIEIRA a vencer em Juvenis e a ficar no 3ºlugar na prova de observação, logo atrás do seu colega de equipa RICARDO BATISTA que foi 2ºclassificado. AFONSO DO CANTO conseguiu fazer companhia a José Pedro Vieira no pódio de Juvenis ao conseguir o 2ºlugar, sendo 6ºclassificado na prova de observação. André Rodrigues terminou na 21ªposição, Miguel Moreira na 36ª, e Bernardo Soares no 75ºlugar.

Nesta mesma prova de observação, mas em femininos, estiveram também presentes 3 atletas cadetes torrejanas. JOANA MIRANDA obteve um excelente 3ºlugar, Carolina Serra foi 5ªclassificada e Mariana Correia chegou na 14ªposição.

Ainda em Juvenis, Luis Carvalho foi 30ºclassificado, Tiago Lopes foi 48º, Luis Silva 52º, Daniel Rodrigues 54º e Guilherme Marques chegou na 67ªposição, enquanto em femininos, Beatriz Neves foi 30ªclassificada.

Por último realizou-se a Prova Aberta, e o atleta júnior torrejano Rodrigo Carvalho obteve o 6ºlugar na geral absoluta.

A Escola de Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas continua com as inscrições abertas para esta época 2016, e todos os jovens com idades compreendidas entre os 8 e os 14 anos de idade podem inscrever-se, basta saber nadar e aparecer nas Piscinas Municipais de Torres Novas entre segunda e sexta-feira a partir das 18h00.

Fonte: Escola de Triatlo do Clube de Natação de Torres Novas

“AJA sobe ao pódio na Taça de Portugal”

Francisco Morais, atleta júnior da Academia Joaquim Agostinho (AJA), alcançou o 3.º lugar na terceira etapa da Taça de Portugal. Esta tirada estava integrada no Troféu José Poeira, que decorreu nos dias 16 e 17 de abril, no concelho de Odemira. No primeiro dia da prova, a AJA não conseguiu fazer frente à hegemonia da equipa da Bairrada na Taça de Portugal, tendo permitido que o líder desta competição, João Almeida, vencesse a etapa que ligou Amoreiras Gare a Zambujeira do Mar (101,3 quilómetros). No segundo dia, a AJA esteve em destaque ao longo de toda a tirada, que começou em Vila Nova de Milfontes e terminou em Odemira. Dois atletas da equipa torriense integraram desde cedo a fuga do dia, à qual acabaria por se juntar o chefe de fila, e melhor classificado da AJA na Taça de Portugal, Francisco Morais. O jovem, recentemente chamado à seleção nacional, manteve-se em fuga até ao final da etapa, acabando por terminar no 3.º lugar, atrás de João Almeida e Daniel Viegas, ambos da equipa da Bairrada.

Após esta jornada dupla da Taça de Portugal por terras alentejanas Francisco Morais manteve-se no 5.º lugar  do ranking, com 111 pontos. A equipa da Academia classificou-se no 2.º lugar por equipas.

Acidente coloca atleta da AJA em estado grave


Atleta da equipa de cadetes da Academia Joaquim Agostinho (AJA) fica em estado grave após acidente durante treino da equipa. O grupo de jovens ciclistas treinava-se acompanhado por dois treinadores, e pelo diretor da equipa, na estrada que liga Torres Vedras à Malveira. Todos cumpriam escrupulosamente as regras de trânsito, no traçado que liga Vila Franca do Rosário a Vale da Guarda. Os atletas e técnicos encontravam-se numa reta, com bastante visibilidade, seguiam dois a dois, e ocupavam na via o espaço permitido por lei. O atleta, de apenas 15 anos, acabou por ser atropelado, de forma brutal, por um condutor que não quis esperar pela sua vez para ultrapassar o grupo de ciclistas.

O jovem foi transportado em estado grave para o hospital de Santa Maria, com múltiplas escoriações, uma delas na zona da bacia, onde acabou por ser cosido com 17 pontos. O atleta continua internado, no momento em que escrevemos este artigo, tendo alta prevista, na melhor das hipóteses, esta terça-feira. Está livre de perigo.

A Academia Joaquim Agostinho gostava de pedir a todos os leitores deste artigo, que respeitassem os ciclistas e as regras na estrada, para que todos possamos continuar a praticar este desporto  com a maior segurança possível. A nossa região é reconhecida no Mundo do desporto graças a um grande atleta, Joaquim Agostinho, e para que todos os jovens possam continuar a sonhar em seguir as pisadas deste grande mestre precisam de segurança nas estradas.

Fonte: Academia Joaquim Agostinho

“Passeio Btt ROTA DOS CINGELEIROS”

Riachos 24 de Julho de2016

A Festa da Bênção do Gado é uma tradição cujas raízes mergulham nas mais profundas tradições rurais e religiosas de Riachos e resulta da vontade e da participação empenhada do povo desta freguesia do concelho de Torres Novas.

Esta festa sempre foi um marco fundamental na vida desta terra e um símbolo da sua população, com uma enorme variedade de atividades ligadas aos vários sectores da sociedade.

Realizada apenas de quatro em quatro anos e na sequência de uma bem-sucedida primeira edição (em 2012), irá realizar-se no dia 24 de julho, pelas 9 horas, o segundo passeio btt – ROTA DOS CINGELEIROS.

À disposição dos participantes estarão dois traçados. O mais curto com 35kms acessível a todos, tanto a nível físico como técnico e outro mais longo com 60kms, em que já exige alguma preparação e destreza técnica.

Passeio inserido no programa da Festa da Benção do Gado 2016 7h30m - Abertura do secretariado 9h00m - Início do passeio 10€ - inscrição com almoço  5€ - inscrição sem almoço  5€ - almoço (acompanhantes) Inscrição inclui (t-shirt, brindes e seguro) Haverá contagem de tempos.

Prémios para 1º, 2º e 3º na distância dos 60kms e 40kms, assim como para a maior equipa.

Banhos quentes e local para lavagem de bicicletas.

O almoço será na quinta Casal das Flores onde decorrerá em simultâneo atividades comemorativas do Dia de Campo (demonstração de atividades equestres por exemplo.

A ROTA DOS CINGELEIROS irá cruzar alguns dos mais bonitos pontos da região ribatejana, dando a conhecer aos participantes algumas das principais quintas, fontes, estradões e trilhos. Alguns destes fizeram inclusivamente parte duma etapa, numa importante competição mundial.

A zona da Reserva do Paúl do Boquílobo será com certeza um dos pontos altos para quem nos visite.

Para mais informações:

www.bencaodogado.pt ou na página do Facebook da Festa da Bênção do Gado