quarta-feira, 23 de março de 2016

“Volta à Catalunha/Irlandês Daniel Martin vence na montanha e lidera”

Foto: WANG ZHAO / AFP  

Os 172 quilómetros entre Girona e a estação de esqui de La Molina foram cumpridos em 5:00.27 horas.
O ciclista irlandês Daniel Martin (Etixx-Quick Step) venceu hoje a primeira de duas etapas de montanha na Volta à Catalunha e assumiu a liderança da prova espanhola, cumpridas três etapas.
Os 172 quilómetros entre Girona e a estação de esqui de La Molina foram cumpridos em 5:00.27 horas, com Martin a impor-se por escassos dois segundos ao trio composto pelo espanhol Alberto Contador (Tinkoff), pelo francês Romain Bardet (AG2R) e pelo norte-americano Tejay van Garderen (BMC).
O vencedor da competição em 2013 atacou a 500 metros da meta e destronou assim o francês Nacer Bouhanni (Cofidis), que tinha vencido as duas tiradas anteriores, ambas ao 'sprint'.
Agora, na geral, Daniel Martin tem seis segundos de avanço para Contador e oito para Bardet, enquanto, entre os favoritos, o colombiano Nairo Quintana (Movistar) e australiano Richie Porte (BMC) são quinto e sexto, respetivamente, a 19 segundos, e o britânico Cris Froome é oitavo a 22.
André Cardoso (Cannondale) foi 49.º, a dois minutos, e caiu sete lugares, para 49.º, a 2.10.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“Volta à Normandia/Belga Olivier Pardini vence ao 'sprint' e assume liderança”

Foto: DR

Pardini cumpriu os 167 quilómetros entre Vernon e Elbeuf-sur-Seins em 3:54.31 horas.

O ciclista belga Olivier Pardini (Wallonie Bruxelles) venceu hoje ao 'sprint' a segunda etapa da volta à Normandia, conquistando a liderança da prova francesa.
Pardini cumpriu os 167 quilómetros entre Vernon e Elbeuf-sur-Seins em 3:54.31 horas, batendo os restantes quatro companheiros de uma fuga que resistiu à reação do pelotão e deixou o sexto classificado a 17 segundos.
Fábio Silvestre (Leopard) foi 24.º, chegando integrado no grosso do pelotão, a 23 segundos. O português subiu um lugar na geral para 24.º, a 39 segundos do novo líder.
Face às bonificações, Pardini lidera agora com quatro segundos de avanço para o francês Dylan Kowalski (VC Rouen) e nove para o holandês Martijn Tusveld (Rabobank).
Na quinta-feira, os ciclistas cumprem 175,5 quilómetros entre Bourg-Achard e Argentan.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“Agenda de Ciclismo”

Pelotão júnior celebra a Páscoa no Algarve

O pelotão nacional de juniores vai disputar a XXII Volta ao Concelho de Loulé entre esta quinta-feira, 24 de março, e sábado, 26. Ao longo dos três dias, os corredores vão completar 261,5 quilómetros, distribuídos por quatro etapas.

A prova arranca às 16h00 de quinta-feira com uma etapa plana de 62 quilómetros. A partida e a chegada vão acontecer na Câmara de Loulé, local que acolhe todos os inícios e finais, exceto na terceira etapa.

A Sexta-feira Santa é dia de jornada dupla. Às 10h00 arranca a segunda tirada da prova, com 81 quilómetros de extensão e passagem pela Picota, onde os ciclistas enfrentam duas subidas. Às 16h00 acontece a única exceção à regra das partidas e chegadas no centro da cidade. Trata-se de uma crono-escalada de 2,5 quilómetros, na Cruz da Assumada.

A prova termina no sábado. Às 10h00 será dado o tiro de partida para a etapa mais extensa, 116 quilómetros que se prevêem um osso duro de roer para os juniores. O traçado contempla três subidas pontuáveis para a classificação dos trepadores, que irão fazer a última e decisiva triagem de valores.

Mais eventos oficiais

26 de março, 9h00: 5.ª Rota do Folar em BTT, Aljezur

26 de março, 9h30: X BTT Isabelinha, Viatodos, Barcelos

26 de março, 14h30: Encontro Regional de Escolas de BTT, Cantanhede

Fonte: FPC

“Ranking Ciclista do Ano”

David de la Fuente foi o melhor em março

O espanhol David de la Fuente (Sporting-Tavira) é o corredor mais pontuado no Ranking Ciclista do Ano, depois de disputadas todas as provas de março, substituindo Amaro Antunes (LA Alumínios-Antarte) no topo da tabela.
A combatividade e a regularidade valeram a David de la Fuente a liderança do ranking, após um mês em que correu todas as provas do calendário, ficando sempre entre os melhores. O espanhol foi segundo na Clássica de Amarante, nono na Clássica Primavera, décimo no Grande Prémio Liberty Seguros e terceiro na Volta ao Alentejo.

David de la Fuente soma 189 pontos, mais 40 do que o compatriota e colega de equipa Jesús Ezquerra, segundo classificado. Num pódio totalmente composto por espanhóis, o terceiro é Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), com 130 pontos.

É preciso chegar ao quarto posto para encontrar o melhor português, Rafael Silva (Efapel), com 125 pontos. Segue-se o único corredor das equipas nacionais que já sabe o que é ganhar em 2016, Rafael Reis (W52-FC Porto), vencedor da Clássica de Amarante, com 98. Amaro Antunes, que comandava no mês passado, não somou qualquer ponto em março, descendo para o sétimo lugar.

O Sporting-Tavira também lidera coletivamente, graças aos 338 pontos já colecionados pelos seus ciclistas, deixando a segunda equipa mais pontuada, a W52-FC Porto, a 109 pontos de diferença. Segue-se o Louletano-Hospital de Loulé, a 157 pontos do comando.

O Ranking Ciclista do Ano é elaborado pela Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais sob a égide da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Ranking Ciclista do Ano

1.º David de la Fuente (Sporting-Tavira), 189 pontos

2.º Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira), 149

3.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), 130

4.º Rafael Silva (Efapel), 125

5.º Rafael Reis (W52-FC Porto), 98

6.º Samuel Caldeira (W52-FC Porto), 91

7.º Amaro Antunes (LA Alumínios-Antarte), 80

8.º Tiago Machado (Katusha), 70

9.º Nelson Oliveira (Movistar), 50

10.º César Fonte (Rádio Popular-Boavista), 42

Equipa do Ano

1.ª Sporting-Tavira, 338 pontos

2.ª W52-FC Porto, 229

3.ª Louletano-Hospital de Loulé, 181

4.ª Efapel, 125

5.ª LA Alumínios-Antarte, 85

Fonte: FPC