domingo, 14 de fevereiro de 2016

“Rio Maior Triatlo e Sport Lisboa e Benfica vencem em Arronches”

Rio Maior Triatlo e Sport Lisboa e Benfica somaram uma vitória na segunda etapa do CN de Clubes de Duatlo. O Duatlo de Arronches, organizado pela Câmara Municipal de Arronches e pela Federação de Triatlo de Portugal, recebeu mais de 200 atletas que procuraram representar os seus clubes ao melhor nível.
Sendo esta uma das provas de duatlo mais disputadas nos últimos anos e tendo em conta a qualidade dos atletas que alinharam à partida, a antecipação de uma grande prova era evidente. No final do primeiro segmento de 5km de atletismo, corridos no centro do município de Arronches, surgiam Pedro Laginha Palma (Sport Lisboa e Benfica) e Sérgio Silva (Clube Olímpico de Oeiras) com uma liderança isolada. A dupla de internacionais lusos foi perseguida por um numeroso grupo de atletas que anulou a vantagem e de entre os quais surgiu uma nova parceria na liderança da prova. João Francisco Ferreira (Sport Lisboa e Benfica), Gil Maia (Sport Lisboa e Benfica) Danilo Pimentel (Rio Maior Triatlo) e Diogo Nóbrega (Associação Cultural e Desportiva do do Jardim da Serra) lideraram um pequeno grupo que chegou isolado ao parque de transição e de onde sairia a constituição dos três primeiros lugares da classificação absoluta. João Francisco Ferreira foi o mais forte entre a concorrência e bateu Gil Maia com uma vantagem apertada de apenas 3 segundos. Danilo Pimentel fechou o pódio na terceira posição e Diogo Nóbrega foi 4º classificado.
Na competição feminina a prova foi dominada pela Olímpica Pamella Oliveira (Rio Maior Triatlo) que segurou a vantagem alcançada no primeiro segmento da competição e fechou a prova com o melhor parcial de corrida final. A atleta individual Madalena Almeida foi segunda classificada a cerca de 30 segundos do primeiro lugar e a ainda cadete Gabriela Ribeiro (Alhandra Sporting Club) fechou o pódio na terceira posição.
O Rio Maior Triatlo saiu vitorioso nesta segunda etapa do CN de Clubes de Duatlo feminino. Em segundo lugar surgiu o Alhandra Sporting Club e em terceiro o Sporting Clube de Portugal. Na classificação masculina por equipas a vitória coube ao Sport Lisboa e Benfica que delegou o segundo lugar para o Rio Maior Triatlo. O Clube Olímpico de Oeiras fechou o pódio na terceira posição.
O Duatlo de Arronches foi também palco da disputa do Campeonato Nacional de Cadetes e Juniores. Guilherme Pires (Clube de Triatlo do Fundão) e Gabriela Ribeiro (Alhandra Sporting Club) sagraram-se campeões nacionais no escalão de cadetes. Delegando para segundo lugar João Reis (Fátima Escola de Triatlo) e Pauline Vie (Alhandra Sporting Club) e para terceiro André Bôto (Alhandra Sporting Club) e Rita Fardilha (Rio Maior Triatlo). Nos Juniores o Campeonato Nacional foi segurado por Madalena Almeida e Diogo Nóbrega (Associação Cultural e Desportiva do do Jardim da Serra). A sagrarem-se vice-campeões ficaram Catarina Dias (Fátima Escola de Triatlo) e Tiago Leão (Associação Naval Amorense). Ana Torres (Escola Triatlo Santo António Évora) e Natan Santos (Rio Maior Triatlo) fecharam o pódio do Campeonato em terceiro lugar.
Fonte: Federação Triatlo Portugal

“Rui Narigueta e Maria do Céu Nunes vencem Duatlo das Lezírias”

Rui Narigueta e Maria do Céu Nunes foram os grandes vencedores da 2ª etapa da Taça de Portugal PORterra. Os dois atletas do Clube Olímpico de Oeiras venceram a competição de forma incontestável, terminando a prova com mais de 1 minuto de vantagem em ambas as competições. Numa das provas mais carismáticas do Calendário Nacional alinharam à partida os duatletas que aceitaram o desafio de 6km de corrida, 29km de BTT e 3km de corrida. Evento organizado pela Câmara Municipal de Vila Franca de Xira em parceria com o Alhandra Sporting Clube e com o apoio técnico da FTP.
Maria do Céu Nunes lançou-se na liderança da competição feminina desde os seus momentos iniciais. No final dos 6km de corrida já garantia uma vantagem de mais de 1 minuto sobre Ana Torres, Escola Triatlo Santo António Évora, que seguia em sua perseguição. Apesar de uma forte resposta por parte de Ana Torres, imprimiu um forte segmento final de corrida e selou a vitória individual para o Clube Olímpico de Oeiras. O pódio ficou completo com a ainda júnior Ana Torres e com Marisa Costa, Mozinho Aventura, em segundo e terceiro lugar, respetivamente.
Na competição masculina Rui Narigueta conquistou a liderança no primeiro segmento da competição, para nunca mais o largar. O atleta do Clube Olímpico de Oeiras imprimiu um forte ritmo no ciclismo e com o melhor parcial da competição conseguiu garantir conforto suficiente para sair vitorioso no segmento final da prova. David Coelho, SFRAA Triatlo, e Sérgio Santos, GCA Donas, completaram o pódio em segundo e terceiro lugar, respectivamente.
Colectivamente o Clube Olímpico de Oeiras foi o vencedor da competição em masculinos, delegando o SFRAA Triatlo para o segundo lugar da geral e o Rio Maior Triatlo para o terceiro. Na competição feminina a vitória coube ao Clube Triatlo de Abrantes.
Sábado foi dia de CN Jovem. Numa tarde marcada pela juventude, vontade de vencer e alguma saudável inexperiência e descoberta da modalidade o Sport Lisboa e Benfica foi o grande vencedor da etapa, seguido pelo Alhandra Sporting Club e pelo Clube de Natação de Torres Novas. Maria Esteireiro, Águias de Alpiarça, e Martim Santos, Sport Lisboa e Benfica, venceram a prova na categoria de Benjamins.  Beatriz Duarte, Clube Natação do Cartaxo, e Tomás Prudêncio, Sport Lisboa e Benfica, conquistaram o escalão de infatis. Carolina Campos, Núcleo do Sporting da Golegã, e Duarte Santos, Clube de Natação de Torres Novas, foram os vencedores em Iniciados. Inês Rico, Alhandra Sporting Club, e José Vieira, Clube de Natação de Torres Novas, foram os melhores entre os Juvenis.
Foi um grande evento e um fim-de-semana que pôs à prova diversos escalões e todo o tipo de duatletas que aceitaram o desafio. A próxima prova será o o Duatlo de Arronches, 2ª etapa do CN de Clubes.
Fonte: FTP

“Sporting-Tavira de corpo e alma”

Apresentou plantel ontem perante centenas de apoiantes
Por: Luís Santos
Foto: DR Record
Depois de há dois dias ter aberto um dia do estágio à comunicação social, o Sporting-Tavira apresentou-se oficialmente, num espaço comercial da cidade algarvia, perante largas centenas de apoiantes, que não se cansaram de abanar as bandeiras dos leões.
À cerimónia faltou o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, por se encontrar na Madeira com a equipa de futebol, e Vicente Moura, vice-presidente das modalidades e o principal impulsionador do regresso do ciclismo ao clube, a recuperar de um problema de saúde . Isso mesmo não esqueceu de referir Rui Caeiro, vogal do Conselho Diretivo do Sporting, que representou o clube. Também lá estiveram Marcelino Teixeira e Jorge Botelho, respetivamente presidentes do Clube de Ciclismo de Tavira e Câmara Municipal, bem como Rogério Teixeira, líder da Associação do Algarve.
Todos foram unânimes em considerar este um projeto ganhador, uma união entre o Sporting, que tinha extinguido a secção há 30 anos, e a equipa mais antiga do Mundo. Jorge Botelho enalteceu mesmo o esforço dos dirigentes tavirenses para a concretização do projeto, revelando que se chama Sporting-Tavira e não o contrário, a pedido de Bruno de Carvalho.
O diretor-desportivo Vidal Fitas voltou a referenciar o valor da equipa, garantindo que estará empenhada em alcançar os melhores resultados, começando já na Volta ao Algarve. O líder, o italiano Rinaldo Nocentini, não escondeu o entusiasmo com o ambiente vivido na apresentação, voltando a dizer estar "de corpo e alma" nesta equipa.
Fonte: Record on-line

“Gilbert ganha Volta à Região de Múrcia, Sandro Pinto foi o melhor português”

Foto: EPA/CLAUDIO PERI
Valverde (Movistar), número um do 'ranking' mundial, e Zakarin (Katusha) terminaram em segundo e terceiro.
O ciclista belga Philippe Gilbert (BMC) venceu hoje a Volta a Múrcia, batendo ao ‘sprint’ um filho da região, o espanhol Alejandro Valverde, e o russo Ilnur Zakarin, enquanto Sandro Pinto (Louletano-Hospital de Loulé) foi o melhor português.
Na ponta final dos 199,3 quilómetros de corrida entre San Javier e Múrcia, Gilbert, de 33 anos, campeão do mundo em 2012, foi o mais astuto e atacou no momento certo para se impor no reduzido grupo de corredores que disputou a vitória, concluindo a prova em 5:02.12 horas.
Valverde (Movistar), número um do 'ranking' mundial, e Zakarin (Katusha) terminaram em segundo e terceiro, com o mesmo tempo do vencedor, tal como Luis León Sánchez (Astana), outro murciano, que fechou o quarteto da frente, enquanto Sandro Pinto chegou em 35.º, a 6.16 minutos.
Pinto foi o melhor da equipa de Loulé, que colocou o espanhol Francisco Gómez em 37.º, a 6.21, João Benta em 46.º, a 7.37, e o também espanhol Vicente de Mateos no 66.º posto, a 8.54. Os espanhóis Eloy Teruel e José Segovia não terminaram, tal como José Mendes, da Bora-Argon 18.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“Motivação de Rui Sousa nos 30 anos do Boavista”

Veterano está aí para as curvas, a caminho dos 40
Por: Ana Paula Marques
Foto: José Moreira
Rui Sousa volta a ser a cara da Rádio Popular-Boavista, que festeja três décadas como equipa profissional. Aos 39 anos, o ciclista da Barroselas diz continuar a sentir-se como peixe na água, sobretudo quando fala da corrida rainha nacional. "O que me motiva seguir mais um ano é disputar a Volta a Portugal, que é para mim a corrida de sonho, a melhor do Mundo. Aos 20 anos tinha a motivação de estar na Volta ao Algarve, agora dou o lugar aos mais novos nessa prova, até porque tenho também a preparação atrasada."
A preparação está atrasada porque Rui Sousa desdobra-se em quatro atividades. Além de ciclista, é empresário de importação/exportação de animais exóticos, pai de duas meninas e ainda presidente da Junta de Freguesias Barroselas-Carvoeiro. "Tenho de ser realista, há dias em que é um pouco complicado conciliar as diversas tarefas. Mas não consigo ser uma pessoa parada, só me vejo em movimento. Deito-me todos os dias tranquilo, pois ganho o meu sustento com coisas que gosto de fazer." Uma palavra de apreço para a equipa. "Dá-me total liberdade para gerir as minhas atividades com o ciclismo, entende o outro lado da minha vida. Foi aliás a equipa que me incentivou a continuar. Ainda hoje, na apresentação, no Bessa, vi o carinho que os adeptos sentem por mim", confessou Rui Sousa.

Correr lá fora
Trinta anos, trinta dias, estes de competição em 2016 para fazer em Espanha e França, contra os 20 da época passada. O timoneiro José Santos destacou a longevidade dos axadrezados, que este ano surgem também com uma equipa de masters e um paralímpico, Bruno Luís. Em 2017, haverá uma formação júnior.
Fonte: Record on-line

“Seleção Nacional/Liberty Seguros Btt/Tiago Ferreira quarto classificado na Salamina”

O viseense Tiago Ferreira terminou hoje na quarta posição a Salamina Island Bike Race, prova de BTT por etapas, disputada na Grécia e pontuável para o apuramento olímpico. David Rosa foi oitavo.
A corrida de classe 1 terminou com uma dura etapa em linha, de 36 quilómetros, ganha pelo belga Sebastien Carabin. David Rosa, quarto, e Tiago Ferreira, quinto, chegaram juntos ao final, a 1m37s do vencedor. Mário Costa foi 19.º, a 6m01s.
Na geral, destacou-se o russo Timofey Ivanov, que venceu com 1m45s de vantagem sobre Sebastien Carabin e com 1m59s relativamente ao francês Stephane Tempier, segundo e terceiro, respetivamente.
Tiago Ferreira foi o quarto classificado, a 3m46s, David Rosa foi oitavo, a 6m22s, e Mário Costa terminou em 11.º, a 9m49s. Nas contas da qualificação para a prova de cross country olímpico (XCO) dos Jogos do Rio de Janeiro, Portugal somou 170 pontos.
“O último dia desenrolou-se dentro das nossas expectativas. A etapa correu bem. Só foi pena o Mário Costa ter furado já no último quilómetro, um azar que lhe tirou a possibilidade de concluir a prova no top 10. Os pontos que somámos para o ranking internacional estão dentro daquilo que esperávamos à partida”, afirma o selecionador nacional, Pedro Vigário.
Tiago Ferreira e Mário Costa regressam a Portugal, enquanto David Rosa permanece na Grécia com a equipa técnica portuguesa para representar a Seleção Nacional/Liberty Seguros na segunda Salamina Bike Race, uma corrida de classe 2 internacional, marcada para o próximo fim-de-semana.
Fonte: FPC