sábado, 6 de fevereiro de 2016

“Kittel vence Volta ao Dubai, Rui Costa o melhor português”


Foto: LIONEL BONAVENTURE / AFP
Ciclista da Etixx-QuickStep foi o mais forte no final do percurso de 132 quilómetros.
O ciclista alemão Marcel Kittel (Etixx-QuickStep) conquistou hoje a Volta ao Dubai, ao vencer ao ‘sprint’ a quarta etapa, com Rui Costa (Lampre-Merida) a ser o melhor português na geral.
Kittel foi o mais forte no final do percurso de 132 quilómetros, com partida e chegada no Dubai, cortando a meta após 2:50.47 horas, à frente do italiano Elia Viviani (Sky) e do britânico Mark Cavendish (Qhubeka), vencedor da prova em 2015.
Graças às bonificações, o alemão ‘roubou’ a liderança e a vitória final ao italiano Giacomo Nizzolo (Trek-Segafredo), que hoje foi sexto e caiu para a segunda posição da geral, a quatro segundos de Kittel.
O espanhol Juan José Lobato (Movistar) completou o pódio da geral, a seis segundos do vencedor.
O português Nelson Oliveira (Movistar) cortou a meta integrado no pelotão, na 35.ª posição, tal como Rui Costa, que chegou a andar em fuga e foi 51.º.
Na geral, Rui Costa terminou na 14.ª posição, a 35 segundos de Kittel, enquanto Nelson Oliveira foi 67.º, a 3.26 minutos.
Fonte: SAPO Desporto c/Lusa

“Wouter Poels reforça liderança na Volta à Comunidade Valenciana”

Por: Lusa
Foto: EPA
O holandês Wouter Poels (Sky) reforçou este sábado a liderança na geral da Volta à Comunidade Valenciana, ao vencer a etapa rainha, no alto de Xorret de Catí.
Na subida para Xorret de Catí, uma rampa de quatro quilómetros com uma pendente média de 11%, a Astana tentou testar o camisola amarela, lançando o vencedor da Vuelta, Fabio Aru, e Diego Rosa, que à partida ocupava o terceiro posto da geral, mas a jogada fracassou, porque, na resposta, Poels isolou-se rumo à meta.
O holandês da Sky coroou o alto, ponto final da tirada de 141,3 quilómetros com início em Orihuela, em 3:26.32 horas, com o seu companheiro Beñat Intxausti e Ion Izagirre (Movistar) a chegarem 23 segundos depois.
A estratégia da Astana foi um erro total, já que Luis León Sánchez, o segundo da geral, foi sexto na quarta etapa e perdeu 31 segundos e Rosa foi 14.º, a 01.05 minutos.
Bruno Pires (Team Roth) foi o melhor português, ao chegar na 37.ª posição, a 01.51 minutos. José Gonçalves e Ricardo Vilela, da Caja Rural, cruzaram a meta num grupo a 01.54, enquanto Domingos Gonçalves (Caja Rural) foi 84.º, a 05.52.
Com a vitória na etapa rainha, Poels parte para a quinta e última etapa, uma ligação de 120,6 quilómetros em redor de Valência, sem dificuldades de maior, com 46 segundos de vantagem sobre León Sánchez. Intxausti é terceiro, a 56 segundos.
José Gonçalves é 29.º a 03.24 minutos do camisola amarela, Vilela ocupa o 31.º lugar, a 03.44, e Pires está sete postos abaixo, a 04.24.
Domingos Gonçalves fecha o lote dos portugueses na geral, sendo 78.º, a 11.55 minutos.
Fonte: Record on-line